Patriarca ortodoxo grego de Jerusalém Theophilos III, foto, captura de tela, YouTube

JUNTE-SE AO NOSSO GRUPO no Telegram ou WhatsApp. Oferecemos o que há de mais relevante em notícias e conteúdo cristão 🤗

Um importante clérigo cristão árabe em Israel diz que os cristãos evangélicos que apoiam Israel não são cristãos de forma alguma.

O Patriarca ortodoxo grego de Jerusalém Theophilos III (Hanna) de Sebastia, também conhecido como Atallah Hanna, tem uma longa história anti-Israel. Você quase poderia dizer que ele foi criado com isso.

Como os seus homólogos muçulmanos, esses líderes cristãos ortodoxos consideram Israel o intruso e não hesitam em compartilhar seus pontos de vista sempre que tiverem uma oportunidade.

Segundo a Wikipédia, o nome do patriarca, em grego e árabe, significa “dom de Deus”.

A última proclamação de Hanna afirma que os cristãos que se dizem sionistas não são realmente cristãos – ou, como ele disse, não pertencem ao cristianismo, relatou a mídia palestina.

Os evangelistas cristãos são o equivalente a púlpitos a serviço do empreendimento sionista“, disse ele à PMW. “Eles são inimigos dos valores cristãos … Eles estão mais próximos do judaísmo e do sionismo e não têm conexão com o cristianismo”.

Ele continuou.

Quando chegam à Palestina, não visitam a Igreja do Santo Sepulcro, nem a Igreja da Natividade, mas escolhem as colônias localizadas nas terras roubadas de nosso povo. como um sinal de solidariedade com a ocupação“, disse ele em um artigo no mês passado no jornal da Autoridade Palestina al-Hayat al-Jadida, informou a PMW.

A Igreja Ortodoxa Grega em Israel, cujos seguidores são esmagadoramente árabes palestinos, são os maiores latifundiários cristãos de Israel. Escusado será dizer que é uma questão complexa em ambos os lados. Enquanto a Autoridade Palestina ameaça a execução a qualquer um que venda terras aos judeus, os ortodoxos gregos são contra a venda de propriedade da igreja aos judeus.

Esta não é de forma alguma uma nova retórica para o patriarca grego, nem ele está sozinho entre os líderes cristãos ortodoxos árabes em Israel.

O ex-patriarca católico romano de Jerusalém Michel Sabbah, ganhador do “Prêmio Arafat”, nunca mascarou sua ideologia anti-Israel.

Para muitos israelenses, esses críticos sinceros são representativos do cristianismo. Talvez isso explique em parte porque muitos judeus israelenses são gratos pelos cristãos evangélicos que apoiam a narrativa bíblica do plano de Deus para Israel e seu povo.

Deixe sua opinião

JUNTE-SE AO NOSSO GRUPO no Telegram ou WhatsApp. Oferecemos o que há de mais relevante em notícias e conteúdo cristão 🤗