Cristãos ao sul na Índia não suportam boicote social e se convertem ao hinduísmo

As famílias cristãs, foram forçadas a se converter ao hinduísmo ou enfrentariam boicote social mas Índia

0
84

Em 1985, uma comunidade de 60 famílias cristãs prosperou na cidade histórica de Madurai, localizada no estado indiano de Tamil Nadu. Essas famílias foram capazes de praticar livremente sua fé cristã e viajar para onde quisessem. Infelizmente, a situação dos cristãos na Índia mudou significativamente.

Em janeiro de 2018, essa comunidade de famílias cristãs recebeu um ultimato por nacionalistas hindus radicais. Eles foram informados que deveriam se converter ao hinduísmo ou enfrentar um boicote social.

Logo após o anúncio desse ultimato, as famílias cristãs se viram isoladas do abastecimento de água local. Eles foram informados de que não tinham permissão para socializar com os membros hindus do bairro de Ramamurthy Nagar. Se flagrados violando algum desses novos padrões, os radicais anunciaram que os cristãos seriam multados em 5.000 rúpias (aproximadamente US $ 70,00).

Em face dessa pressão social intensa e talvez ilegal, aproximadamente metade das famílias cristãs de Ramamurthy Nagar se converteram ao hinduísmo. Agora, 30 famílias cristãs continuam se apegando à sua fé cristã diante de intensa privação.

Em toda a Índia, nacionalistas hindus radicais usam boicotes sociais para pressionar os cristãos a se converterem ao hinduísmo. Por meio desses boicotes, às famílias cristãs são afastadas de necessidades como eletricidade, água, capacidade de cultivar campos agrícolas e até de socializar com os moradores hindus

Deixe sua opinião