Cristão será julgado por postar no twitter foto de Mickey vestido de islâmico

245

Um cristão copta, que é um magnata bilionário das telecomunicações, esta sendo julgado no Egito por acusações de suposta “blasfêmia e insulto ao islã”.

Naguib Sawiris publicou um cartoon do Mickey Mouse com barba e a Minnie Mouse com um véu, em outras palavras, os personagens da Disney, parecia que se haviam convertido ao islamismo, e por islamizar as caricaturas. Se for condenado, Sawiris poderá enfrentar um ano na prisão.

“Este é um programa religioso que tem atuado”, disse o Dr. Carl Moeller da Portas Abertas, um ministério que se concentra no apoio a cristãos perseguidos.

“Nunca foi socialmente popular fazer o que ele fez,” Moeller disse, acrescentando que Sawiris se for levado a julgamento por expressar uma opinião religiosa impopular será “problemático”.

Kamal Nawash, fundador da  Free Muslims Coalition, (Coalizão dos Muçulmanos Livres), disse que seria “um dia muito triste para o Islã e as pessoas racionais, se Naguib Sawiris, se na realidade for julgado por ‘insultar o islã'”.

Para muitos espectadores, incluindo o padre Andrawes Bishoy de San Marcos, uma igreja Copta em Washington, DC, esta é mais uma prova de que os cristãos têm o pior ditador, o presidente Hosni Mubarak no poder.

Andrawes, que cresceu no Egito, disse que a situação no Egito era pior devido à falta de proteção policial adequada e os esforços para avançar Sharia, ou lei islâmica, pelos poderosos grupos políticos como os salafistas e da Irmandade muçulmano.

“A partir de agora, eles estão fazendo as suas intenções claras”, disse Andrawes.

“As coisas vão ficar muito pior, com a Irmandade Muçulmana e seu controle associado a o governo.”

Andrawes disse que desde a derrubada de Mubarak, os esforços de grupos como a Irmandade Muçulmana, incluíram a imposição de um imposto especial sobre os coptas que não converterem ao Islã.

Muitos cristãos coptas estão tomando estes acontecimentos “com tristeza e raiva considerável”, porque temem que o Egito sofra um êxodo de cristãos semelhantes o que aconteceu com o Iraque.

“O primeiro passo principal e necessário é assegurar que a nova Constituição proteja todas as minorias. Se for deixada ao novo governo, que tem representação de maioria muçulmana, não vai acontecer nenhuma mudança”, disse Andrawes.

A perseguição dos cristãos coptas no Egito não é nada nova, já que a derrubada de Mubarak, os observadores estão preocupados com a crescente onda de violência anticristã no país. Em 24 de outubro de 2011, por exemplo, vários cristãos coptas foram mortos em confrontos com as forças armadas por reclamar os seus direitos de minorias religiosas.

 

Sawiris é líder do partido dos Egípcios Livres, e comparecera no próximo dia 14 de janeiro perante a um tribunal criminal. O advogado do grupo Islâmico Gamaa al Islamiya, Mamduh Ismail, diz que o empresário cristão cometeu um delito por “ir” do Islã, por colocar em junho passado em sua conta no twitter fotos controversas.

“Eu não sou o único que denunciou Sawiris, mas existem milhares de denúncias com o Procurador Geral da República. Nós não aceitamos que ninguém insulte as religiões.”, observou Ismail.

Portal Padom

Com informações Noticias Cristiana

Deixe sua opinião