Cristão israelense é acusado de assassinar sua filha por namorar muçulmano

0
365

Um pai cristão foi acusado de assassinar sua filha por estar namorando um muçulmano, informa o jornal israelense Haaretz.

Sami Karra, teria matado a sua filha 17 anos, Henriette, porque estava namorando um prisioneiro muçulmano e que ela pretendia se converter ao islamismo após ele sair da cadeia.

Sua mãe disse à polícia que seu marido se sentiu humilhado pelo comportamento de sua filha e que ele viu isso como uma afronta à “honra da família”.

O pai Sami disse a sua esposa, de acordo com uma gravação: “Esqueça dela, deixe-a ir para o inferno. Não vale a pena mais um shekel para persegui-la, ela é lixo. Precisamos chicoteá-la, jogá-la como um cachorro e Veja como ela faz. Ela já se foi, estou cansado dela “.

Henriette sabia que sua família estava atrás dela e tentou fugir. Ela foi encontrada morta na cozinha da casa de seus pais com feridas no pescoço, no mês passado.

Sami Karra e a mãe e o tio de Henriette foram todos presos pelo crime.

Portal Padom

Deixe sua opinião

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui