Hannah e sua família foram arrastados, torturados e viram a morte de perto por causa de sua fé em Jesus.

A única oração que Hannah, cristã norte-coreana perseguida, conhecia era Senhor! Senhor! Socorro”. Sua mãe também fazia a mesma oração sem cessar, mas nunca compartilhou o evangelho com a filha, algo comum entre os cristãos da Coreia do Norte. Depois da morte de sua mãe, Hannah, seu marido e seus quatro filhos, três meninas e um menino, enfrentaram juntos as consequências da crise econômica do país.

A falta de esperança os levou a tomar a decisão de mandar suas filhas maiores para a China, em busca de uma vida melhor. Mas ao chegar lá, foram vendidas como esposas para fazendeiros chineses. Sem notícias, o pai decidiu busca-las e também foi na China, deixando Hannah com os dois filhos menores. Depois de um ano sem notícias de seu marido, Hannah foi em sua busca na China. Ao encontrá-lo ela volta para a Coréia em busca de seus dois filhos para leva-los para a China. Para a glória de Deus ela também encontrou suas filhas que estavam desaparecidas.

Norte-coreana foge do país com ajuda de pastor e lembra que comia ratos

A esperança está no Senhor

Finalmente estavam juntos. Começaram a frequentar uma igreja e ali, os seis entregaram suas vidas ao Senhor. Depois de um tempo, Hannah, seu esposo e seus dois filhos menores foram descobertos e enviados de volta para a Coréia do Norte, como prisioneiros.

Eles foram separados na prisão. Hannah permaneceu com a filha mais nova e seu esposo com o filho, um adolescente. Durante muito tempo, eles foram ameaçados, torturados, privados de água e comida e presos na solitária. Mas graças a Deus, um dia foram liberados e voltaram na antiga casa onde viviam.

Leia também!  Adolescente cristã é queimada viva. Ore pela família

Brutalidades nos campos de trabalho forçados na Coreia do Norte

Eles decidiram não ficar lá e tentaram fugir para a Coréia do Sul. Hannah e sua filha foram primeiro, seu marido teria ido embora um mês depois. Mas, isso nunca aconteceu. Ele morreu por causa do maltrato que recebeu na prisão. Hannah demorou para descobrir onde estava seu filho. Mas sabe que hoje ele mora com alguns parentes.

Um clamor da alma

A família vive separada. Uma das filhas ainda vive na China, Hannah e as demais filhas vivem na Coreia do Sul e o filho ainda está na Coréia do Norte, correndo risco por ser cristão. A oração de Hannah é que um dia eles possam estar todos juntos novamente na Coréia do Sul.

Coloque a vida da família de Hannah em tuas orações. Clame para que haja restauração e que eles possam viver em segurança novamente.

Portal Padom

 Com informações Opeen Dors

Deixe sua opinião