Crianças poderão ser adotadas apenas por heteros na Rússia

Somente casais formados por um homem e uma mulher poderão adotar crianças na Rússia. O governo quer que os pequenos adotados tenham uma família tradicional.

A nova lei, aprovada por unanimidade pelo congresso (Duma), estabelece que as crianças russas, poderão ser adotadas apenas por casais formados por um pai e uma mãe, segundo publicou ACI Prensa.

A alteração do Código da Família procura controlar com quem ficará as crianças, garantindo com que elas tenham uma família de um pai e uma mãe. Esta norma foi criada, porque vários países europeus aprovaram o direito de os gays adotarem.

noticias-gospel-crianças-adotadas-russiaOs casais homossexuais, estrangeiros ou nacionais, estão proibidos de adotar e não poderão realizar quaisquer medidas para isso.

Mais de 500 pedidos de casais espanhóis para adotar uma criança russa, foram paralisados até que se atualizem os acordos bilaterais entre Espanha e Rússia.

O governo russo acredita que uma criança deva ter um pai e uma mãe, alguns analistas dizem que, sem se importar com o que podem dizer outros países. A China também impôs maior controle para garantir que as crianças adotadas por estrangeiros sejam um casal heterossexual. Assim, na China somente casais heterossexuais que estejam casados há vários anos poderão adotar uma criança.

O reconhecimento da adoção por casais homossexuais em países europeus tornou-se um obstáculo para todos os casais estrangeiros interessados em adotar uma criança na Rússia, dizem os analistas.

Portal Padom

Deixe sua opinião