O embaixador da ONU na China, Zhang Jun, disse na quinta-feira que Pequim está avaliando a declaração da Organização Mundial de Saúde de que o surto de coronavírus é uma emergência global.

“Ainda estamos em um estágio muito crítico no combate ao coronavírus. A solidariedade internacional é extremamente importante e, para esse fim, todos os países devem se comportar de uma maneira … responsável”, disse Zhang.

“Enquanto entendemos as preocupações de outros países, também devemos ouvir os conselhos do diretor-geral da OMS … Ele disse que confiava plenamente nos esforços da China”, disse Zhang.

Ele disse que era importante evitar “reações exageradas que possam resultar em efeitos negativos”.

Informações sobre o Coronavírus

Os coronavírus são um grupo de vírus de genoma de RNA simples de sentido positivo (serve diretamente para a síntese proteica), conhecidos desde meados dos anos 1960. Pertencem à subfamília taxonómica Orthocoronavirinae da família Coronaviridae, da ordem Nidovirales.

A maioria das pessoas se infecta com os coronavírus comuns ao longo da vida. Eles são uma causa comum de infecções respiratórias brandas a moderadas de curta duração. Entre os coronavírus encontra-se também o vírus causador da forma de pneumonia atípica grave conhecida por SARS.

Tipos de coronavírus

Alpha coronavírus 229E e NL63 e beta coronavírus OC43 e HKU1: causadores de infecções leves a moderadas comuns.

SARS-CoV e MERS-CoV: causam infecções graves, como pneumonia atípica grave.

2019-nCoV: identificado em 2020, tem “parentesco” com o vírus da SARS-CoV. Causa febre, tosse e falta de ar e dificuldade para respirar (pneumonia)

Origem evolutiva do coronavírus

Existem 07 cepas conhecidas de coronavírus humanos, e todas elas evoluíram de coronavírus de outros animais.

  • HCoV-229E -> 1960 O coronavírus humano 229E divergiu do coronavírus da alpaca antes de 1960
  • SARS-CoV -> 2002 O coronavírus humano SARS divergiu do coronavírus de morcego em 1986
  • HCoV-OC43 -> 2004 O coronavírus humano OC43 divergiu do coronavírus bovino em 1890
  • HCoV-NL63 -> 2004 O coronavírus humano NL63 divergiu do coronavírus de morcego 822 anos atrás
  • HCoV-HKU1 -> 2005 O coronavírus humano HKU1 divergiu do coronavírus de morcego
  • MERS-CoV -> 2012 O coronavírus humano MERS divergiu do coronavírus de morcego antes dos anos 90 e camelos
  • 2019-nCoV -> 2019 Um estudo genético confirmou que o 2019-nCoV terá sido transmitido aos humanos por um animal selvagem desconhecido, infetado por morcegos

Sinais e sintomas que sentem os portadores do coronavírus

O período de incubação é de 2 a 14 dias. Os sintomas podem envolver coriza, tosse, dor de garganta e febre. Esses vírus algumas vezes podem causar infecção das vias respiratórias, como pneumonia.

Transmissão do coronavírus

A transmissão do vírus pode se dar:

  • Por meio de tosse ou espirro;
  • Contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão;
  • Contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido então de contato com a boca, nariz ou olhos.

Entre os grupos de risco estão qualquer pessoa que cuidou do paciente, incluindo profissionais de saúde ou familiares, que tenha tido contato físico com o paciente ou que tenha permanecido no mesmo local que o paciente doente.

A transmissão do SARS-CoV aconteceu de camelos e dromedários para o ser humano.

Em 2020, análises indicaram que o 2019-nCoV pode ter passado de um animal para o ser humano.

Deixe sua opinião

WhatsApp
Entre e receba as notícias e artigos do dia