mungikiConfrontos entre moradores de uma seita e moradores de uma vila no Quênia deixaram ao menos 24 mortos nesta terça-feira, informou a polícia do país. Conhecida como mungiki, a seita, que é proibida pelo governo do Quênia, é conhecida por decapitar e mutilar suas vítimas e está envolvida em diversas atividades criminosas como cobrar taxas de proteção, sequestrar e assassinar, disse a polícia.
“Até agora investigadores confirmaram que 24 pessoas foram mortas e três ficaram gravemente feridas”, diz um comunicado da polícia.
A polícia disse ainda que os confrontos começaram quando membros da seita tentaram extorquir dinheiro de pessoas do distrito de Kirinyaga, nos arredores da cidade de Karatina.
A polícia prendeu 37 pessoas e apreendeu machados, facas e outras armas.

Folha/www.padom.com

Deixe sua opinião