Podemos dizer muito sobre uma pessoa olhando para seus pés. Alguns de nós prestam mais atenção aos pés do que outros. Aprendi a anotar meus pés com meu golden retriever, meu neto e meu gato. Percebi que os três observavam meus pés quando entrava em casa.

Brulee, meu golden retriever, subiria instantaneamente, abanando o rabo, se ela me visse usando meus tênis. Eu quase podia vê-la pensando: Cara, oh cara, vamos dar uma volta!

Quando meu neto me visita e me vê andando pela casa com meus sapatos de golfe, seus ombros caem. “Vovó, você não vai trabalhar; vai jogar golfe. Não vamos nadar hoje?”

Ele pegou pistas dos sapatos. Mesmo aos 8 anos, ele sabia o que os sapatos de trabalho significavam para o seu dia. Em seu mundo, um papai descalço significa hora da piscina.

Meu gato, KoKo, tem uma resposta visceral a qualquer tipo de calçado. “O quê? Você está saindo de novo?” Ele imediatamente ataca meus pés e tenta morder a parte de trás das minhas pernas.

Meu pai me ensinou sobre pés também. “Certifique-se sempre de que as costas dos seus sapatos estejam brilhantes, filho”, ele me disse. “Essa será a última coisa que as pessoas verão de você enquanto você se afasta.”

Viver na Flórida também me ensinou algo sobre os pés: chinelos constituem calçados adequados tanto para a igreja quanto para refeições requintadas. Eu realmente mexeria com meu gato se eu saísse de casa de chinelos.

Sei que os pés são importantes para Deus, porque a Bíblia contém muitas informações sobre eles.

Muitas vezes cantamos e falamos dos “belos pés” mencionados em Isaías 52:7. Estes são os pés que levam o evangelho às nações: “Como são belos nos montes os pés daqueles que anunciam boas-novas, que proclamam a paz, que trazem boas notícias, que proclamam salvação, que dizem a Sião: “O seu Deus reina!”” – Isaías 52:7

“Veja bem por onde anda, e os seus passos (pés) serão seguros.” – Provérbios 4:26

 Devemos ficar de olho em nossos pés enquanto seguimos Jesus. É fácil se desviar do caminho estreito se não prestar atenção especial aos Seus pés e aos nossos.

Nosso coração também tem uma conexão poderosa com nossos pés: “Nosso coração não voltou; nossos pés não se afastaram do teu caminho” (Sal. 44:18).

Se não tomarmos cuidado, podemos permitir que nosso coração se endureça com a voz mansa e delicada do Espírito Santo. Um coração ferido pode desenvolver cicatrizes ou bolsões de dor que movem nossos pés para se desviarem de Seu caminho perfeito. Quando isso acontece, podemos caminhar para lugares que danificam nossos pés e machucam nosso coração: “Um homem pode andar sobre brasas sem queimar seus pés?” (Pro.6: 28).

Nossos pés deixam uma marca ou pegada que mostra para onde viajamos em terra. Podemos mudar a paisagem ou o ambiente de um lugar quando nossos pés nos levam até lá. Nosso caminho também afeta nosso coração com pegadas que não podemos apagar sozinhas.

Mas Jesus cuida dessa tarefa para nós, oferecendo limpeza, perdão e esperança. 

Ele fez isso quando lavou os pés dos discípulos (João 13:1-17). Pedro expressou sua óbvia relutância em fazer com que seu mestre cumprisse o dever desse servo. Jesus o endireitou: “‘Se eu não lavá-lo, você não tem parte comigo'” (João 13: 8b, MEV). Talvez quando Jesus lavou os pés de Seus discípulos, seus corações também foram purificados.

Quando andamos com Jesus, conhecemos a verdade deste versículo familiar: “A tua palavra é uma lâmpada para os meus pés e uma luz para o meu caminho” (Sl. 119: 105). Sua Palavra fornece a orientação de que precisamos para permanecer no caminho estreito (ver Mateus 7:13). Enquanto caminhamos, precisamos nos perguntar estas três perguntas:

Quem está andando comigo?

Minha luz está brilhando enquanto caminho?

O que farei quando chegar ao meu destino?

Mantenha a Sua Palavra como sua luz onde quer que você vá. Nunca leve alguém que você ama para um lugar onde Ele não tenha levado você. Certifique-se de que Ele está guiando você e seus pés.

Se você se sentir desconfortável, dê uma olhada em seus pés. Não deixe que eles o levem aonde seu coração não quer ir.

por:  Steve Greene

traduzido e adaptado por Pb Thiago Dearo

Deixe sua opinião

WhatsApp
Entre e receba as notícias e artigos do dia