Cientologia, a religião dos famosos, tem alguns segredos revelados

455

Noticias GospelA Igreja da Cientologia durante muito tempo tem sido uma instituição polêmica para a sociedade e comunidade religiosa. No entanto, o último documentário do premiado diretor Alex Gibney, revela os segredos da organização através de entrevistas com ex-membros da religião e seus antigos altos-funcionários.

Os membros da igreja são submetidos a abusos físicos e psicológicos

De acordo com o documentário, os seguidores do culto são obrigados a deixar de relacionar com seus familiares e amigos que não compartilham as mesmas crenças religiosas, relata o jornal The Huffington Post.

Além disso, a organização tem uma espécie de prisão, The Hole (o buraco), onde os membros são submetidos a trabalho forçados. Os membros desobedientes da igreja também são mantidos em Sea Org, uma flotilha de navios pertencentes à organização, que, alegadamente, são submetidos a várias formas de abuso.

Fundador da Cientologia e a magia negra

Segundo o documentário, L. Ron Hubbard, fundador da Cientologia, antes de fundá-la freqüentou durante um tempo um culto de magia negra onde fez coisas ‘bárbaras’.

A cientologia ‘pressionou as autoridades para ser declarada religião para não pagar impostos’.

‘Going Clear’ também afirma que Hubbard,  acusado de ter mentido sobre sua carreira no Exercito dos EUA e de maltratar a sua esposa, criou a organização somente para obter dinheiro. Segundo o documentário, a instituição, que conta com cerca de 50 mil membros, durante décadas não pagou impostos pela sua atividade e para evitar um divida de centenas de milhões de dólares, pressionou as autoridades para lhe conceder um estatuto de religião.

No filme, é revelado que a igreja entrou com mais de 2.000 processos contra funcionários do Serviços de Impostos Internos do EUA (IRS, por sua sigla em Inglês) e contratou detetives privados para investigarem sua vida pessoal e, em seguida, chantageá-los. Na década de 70, muitos cientologistas foram instruídos a se infiltrar no Departamento de Justiça e do IRS como trabalhadores para roubar documentos que possam prejudicar a organização ou aqueles que tiverem alguma coisa a ver com ela.

Os detalhes da religião são conhecidos depois de pagar milhares de dólares

O documentário sugere que os membros da Cientologia conseguem conhecer os detalhes do culto somente depois de pagar grandes quantias de dinheiro. A hierarquia da igreja é dividida em diferentes posições e só depois de atingir um determinado nível (por dinheiro), obtém acesso a documentos escritos pelo próprio Hubbard, em que ele narra com os 75 milhões de anos o ditador galáctico Xenu, que trouxe milhões de pessoas para a Terra em naves espaciais.

As celebridades que fazem parte da Cientologia

Hubbard previu que as celebridades teriam um papel fundamental a desempenhar na divulgação da Cientologia, e em 1955 lançou o Projeto Celebridade, a criação de uma lista de 63 pessoas famosas que ele pediu a seus seguidores para direcionar para a conversão à Cientologia.  A estrela Gloria Swanson e o pianista de jazz Dave Brubeck estavam entre as primeiras celebridades atraídas para os ensinamentos de Hubbard.

Hoje, a Cientologia opera oito igrejas que estão designadas como “Centro das celebridade” a maior delas sendo a de Hollywood  , os centros de celebridades são abertos ao público em geral, mas são projetados principalmente para ministrar aos cientologistas famosos.  Artistas como John Travolta, Kirstie Alley, Lisa Marie Presley, Nancy Cartwright, Jason Lee, Isaac Hayes, Edgar Winter, Tom Cruise, Chick Corea e Leah Remini geraram publicidade considerável para a Cientologia.

Portal Padom

Deixe sua opinião