JUNTE-SE AO NOSSO GRUPO no Telegram ou WhatsApp. Oferecemos o que há de mais relevante em notícias e conteúdo cristão 🤗

Noticias gospel – Um grupo de cientistas da Universidade de Ariel, na Cisjordânia, encontra-se atualmente envolvidos em uma tarefa que poderia ter efeitos tanto históricos como de sabor: trata-se da produção de um vinho igual ao que se bebia há 2 mil anos, para recuperar e poder sentir no corpo o gosto, o aroma, a cor, a textura que sentiu Jesus no momento em que bebeu.

Para isso, o primeiro passo é recuperar a uva Dabouki, cepa com que se fazia o vinho feito na época, mediante a sementes de uvas antigas que estão sendo realizado testes genéticos. O material genético destas uvas, poderiam ser transferidas para as uvas israelenses atuais e finalmente, conseguir a milagrosa ressurreição do vinho velho.

A pesquisa também inclui a análise de vasos de vinho feitos de barro, encontrados nas ruínas de diverso templos judaicos. Este não seria a primeira realização vinícola deste grupo de cientistas que apresentaram na recente exposição internacional de alimentos em Milão 2.480 garrafas de vinho elaborada a partir de uvas Maaravi, uma variedade considerada extinta, cultivada no leste de Belém cerca de 220 AD O próximo passo, é claro, tem o sabor de um marco histórico.

Portal Padom

Deixe sua opinião

JUNTE-SE AO NOSSO GRUPO no Telegram ou WhatsApp. Oferecemos o que há de mais relevante em notícias e conteúdo cristão 🤗