Cientistas afirmam ter curado o primeiro homem com AIDS

Cientistas de várias universidades do Reino Unido aplicaram com sucesso uma nova técnica que remove completamente o vírus do corpo humano, mesmo nas áreas onde não está ativo.

0
1754

Cientistas de várias universidades do Reino Unido aplicaram com sucesso uma nova técnica que remove completamente o vírus do corpo humano, mesmo nas áreas onde não está ativo.

Um homem britânico de 44 anos de idade portador do vírus da imunodeficiência humana (HIV) tornou-se oficialmente o primeiro humano a ter sido completamente curado da doença graças a uma técnica especial para esse propósito, informa o jornal britânico ‘ The Times’.

O paciente foi o primeiro de um grupo de 50 pessoas que passaram por um tratamento revolucionário desenhado por várias universidades do Reino Unido.

Os testes laboratoriais mais recentes mostram que o vírus não está mais presente no sangue do paciente, embora os médicos desejam permanecer calmos e esperar alguns meses para constatar se realmente ele foi curado.

Desta forma, eles descartaria uma remoção temporária do vírus como causa do tratamento comum realizado pelo paciente.

Técnica revolucionária
O novo método foi criado para localizar e destruir o vírus em todo o corpo, incluindo nas células onde o HIV não se encontra ativo e evitar todos os tratamentos conhecidos até o momento.

Trata-se de uma técnica revolucionária que tem sido realizada graças à estreita cooperação das universidades de Oxford e Cambridge da londrinense Imperial College, University College e Kings’ College.

Deixe sua opinião

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui