China: Perseguição e a prisão não os impedem de adorar

213
Cristãos participando no culto ao ar livre na China...
Cristãos participando no culto ao ar livre na China...

Desde o dia 10/04/11, a igreja Shouwang em Pequim, tem sido impedida de entrar em seu edifico, sendo assim forçada a cultuar ao ar livre.

Mesmo sabendo que podem ser presos, os membros participam dos cultos todos os domingos ao ar livre. A igreja tem aproximadamente 1.000 membros, sendo que mais de 480 entre pastores, líderes e fiéis foram presos por ações subversivas contra o regime comunista.

Só este ano, dezenas de líderes da igreja foram seqüestradas, presos e enviados para prisões da China e em campos de trabalhos forçados, onde sofrem torturas físicas, isolamento e política de reeducação.

Nos últimos 60 anos, as igrejas que não estão oficialmente afiliadas e sancionadas pelo governo da Igreja Três Autonomias (protestante) ou a Associação Patriótica Católica não estejam legalmente autorizadas a funcionar. Mas há muitos anos, especialmente nos grandes centros urbanos, essas igrejas ilegais foram autorizadas a reunir abertamente apesar do conhecimento do governo de sua existência. Mas para os cristãos que optam por fazer parte destas igrejas, a decisão ainda é arriscada. Em um determinado momento, o governo chinês pode escolher perseguir ativamente os cristãos clandestinos, sendo que esses ataquem recentemente tem aumentado.

Só este ano, pastores e padres foram presos e condenados a anos de trabalhos forçados em campos de reeducação de trabalho na China, onde a tortura física e confinamento solitário são comuns. Leigos cristãos foram condenados à prisão domiciliar, onde são cortados do mundo exterior por meses, sofrendo com acesso limitado a alimentos e outras necessidades básicas. Os cristãos têm sido forçados a sair de suas casas de aluguel pelos proprietários que foram coagidos pelo governo para expulsá-los, perderam seus empregos, sem explicação plausível, foram detidos para interrogatório, em determinado momento, e foram seqüestrados pelo regime comunista, para nunca mais serem ouvidos.

 Fonte: Portal Padom

Com Informações de Persecution 

 

Deixe sua opinião