Para a China, o que aconteceu no Capitólio na semana passada foi um presente de propaganda. O jornal governamental Global Times chamou isso de “Uma humilhação icônica! A loucura do Capitólio arrastou a América para seu Waterloo!”

Os comentaristas chineses tiveram um dia de campo zombando do que chamaram de hipocrisia dos EUA por apoiar as às vezes violentas manifestações pró-democracia em Hong Kong.

New York Times: o sistema da China é melhor que o nosso?

Enquanto isso, a China está ocupada tentando mostrar ao mundo que oferece um caminho melhor, mais estável e próspero e que sua economia se recuperou do Coronavirus enquanto outras nações ainda estão presas. 

Na semana passada, o New York Times chegou a sugerir que o sistema da China é melhor do que o dos Estados Unidos, dizendo “Os cidadãos da China não têm liberdade de expressão… mas eles têm a liberdade de se locomover e levar uma vida normal do dia-a-dia. Em um ano de pandemia, muitas pessoas do mundo invejariam esta forma mais básica de liberdade.”

Michael Waller, especialista em propaganda e guerra psicológica do Center for Security Policy, diz que essa tem sido a meta de relações públicas do governo chinês desde que começou a ser responsabilizado pelo COVID-19.

Waller diz que a China quer que o mundo acredite que “[o presidente] Xi Jinping está fazendo tudo certo. A China tem estabilidade perfeita. É o modelo para o mundo. E, a propósito, veja como os Estados Unidos são ruins”.

China é seu pior inimigo

Mas enquanto tenta ultrapassar os Estados Unidos e se tornar a nação mais poderosa do planeta, a China continua sendo seu pior inimigo.

Apesar das imagens de dança sem máscaras na véspera de Ano Novo, fazendo parecer que tudo voltou ao normal, a China não venceu o coronavírus. Poucos dias atrás, ele teve de isolar uma cidade inteira de 11 milhões de habitantes, Shijiazhuang, e solicitar testes em massa. 

O especialista de longa data Steven Mosher diz: “Acho que tudo o que sai da China é uma invenção. Ou é muito exagerado ou é uma mentira absoluta.” 

Tiros como esses podem fazer você esquecer que a China teve uma das ditaduras brutais dos tempos modernos. Milhões de uigures muçulmanos desapareceram em campos de internamento chineses e as mulheres uigures foram submetidas a abortos forçados e esterilização. A embaixada chinesa em Washington tuitou na semana passada que isso é bom porque as mulheres “não são mais máquinas de fazer bebês”. 

O futuro da China é ‘sombrio’ devido à demografia

Mas o maior obstáculo da China para se tornar a superpotência mundial é simplesmente o tempo. 

A China está a caminho de ser a primeira grande economia a envelhecer antes de alcançar uma prosperidade generalizada por causa de sua política desastrosa do filho único.

Mosher diz: “A China matou metade das últimas duas gerações. 400 milhões de chineses não nascidos foram eliminados. As perspectivas de longo prazo da China são sombrias. Eles criaram uma armadilha demográfica para si próprios e estão caindo nela”.

Por causa do envelhecimento, a China precisará importar trabalhadores estrangeiros em 10 anos. Em 30 anos, um terço de sua população será idosa.

A imigrante chinesa Helen Raleigh é autora de Backlash: How China’s Aggression Has Backfired (Reação: como a agressão da China saiu pela culatra).

“O envelhecimento da população… esse é um grande problema. É por isso que o presidente chinês Xi sente que realmente precisa se apressar.”

Na corrida contra o tempo da China, o presidente Xi acelerou a expansão territorial chinesa, causando disputas de fronteira com a maioria de seus vizinhos e conseguindo colocá-los contra a China. 

Raleigh diz: “Xi é o mais agressivo e mais assertivo dos líderes chineses desde o presidente Mao. Ele é realmente um maníaco por controle e tem fome de poder.

China sabota relações na África com o racismo

A China avançou muito para a África, tornou-se o maior parceiro comercial das nações africanas, mas está sabotando seus próprios esforços ao irritar os africanos com seu racismo arraigado contra os negros. 

Em um vídeo chinês, crianças africanas foram induzidas a dizer em chinês: “Eu sou um Monstro Negro e tenho um QI baixo.”

O McDonald’s foi forçado a se desculpar depois que um restaurante colocou uma placa dizendo que negros são proibidos. 

Em um comercial da TV chinesa mostra um sabão em pó tão forte que pode tirar a cor da pele de um homem negro.

Economia da China desacelerando

Embora a economia da China tenha desacelerado dramaticamente, suas estatísticas econômicas permanecem tão pouco confiáveis ??que as empresas de investimento freqüentemente usam imagens de satélite para descobrir o verdadeiro estado da economia, Raleigh diz: “Nenhum economista responsável ou profissional de investimento confiará em quaisquer dados oficiais da China.”

Mosher diz: “Os números econômicos da China não são um reflexo da realidade. A economia chinesa está em recessão. A recessão está ficando mais profunda enquanto falamos.”

Waller diz: “Não podemos confiar em nada do que ouvimos deles, mas podemos confiar no que não ouvimos deles. Então, quando eles estão censurando pessoas, quando estão reprimindo pessoas, isso nos permite saber a verdade porque eles estão tentando esconder algo.”

No ano passado, no 70º aniversário da fundação do governo comunista da China, o presidente Xi disse: “Nenhuma força pode deter a China”.

Mas as próprias políticas do governo chinês estão fazendo um ótimo trabalho.

Deixe sua opinião


Mais conhecimento da Bíblia em menos tempo?
Não sei se você é uma dessas pessoas que tem dificuldades de entender a Bíblia. Eu já fui e sofri muito! Mas não me dei por vencido, não me deixei ser derrotado pelos inimigos. E você, como anda sua leitura da Bíblia? Seu entendimento? Que tal melhorar nessa área da sua vida espiritual, aprendendo a entender assuntos da Bíblia de forma simples e rápida, ajudado por quem já superou as mesmas dificuldades que você enfrenta? Clique aqui agora e pegue seu Manual de estudos exclusivo