Chega de mentiras! diz ministra Damares Alves comemorando condenação de Felipe Neto

Damares Alves comemora condenação de Felipe Neto por fazer 'fake news' contra departamentos do governo

0
168

A Ministra Damares Alves, postou no início da tarde deste domingo em suas redes sociais um desabafo sobre as falsas acusações que ela, demais ministros e o próprio Presidente Bolsonaro vem sofrendo de Youtubers em especial o Felipe Neto.

Junto ao seu texto, Damares anexou o link de uma reportagem do site Poder 360, do mês de junho em que Felipe Neto é condenado a pagar uma indenização ao presidente da Funai por tuítes em que fazia falsas acusações contra Marcelo Xavier.

Damares Alves escreveu dizendo:

CHEGA DE MENTIRAS! Chega de mentira sobre a forma como estamos cuidando dos nossos índios. Não só mentem sobre nosso trabalho, como também partem para o ataque a nossa honra. Eu já fui acusada de sequestradora de crianças indigenas, Bolsonaro é o tempo todo acusado de genocida, Marcelo Xavier (Presidente da Funai), Robson Santos (Secretário Especial de Saúde Indígena) e Sandra Terena (Secretária Nacional de Políticas Públicas para Igualdade Racial) também vivem sob constantes ataques. Esta sentença nos alegra, nos anima e nos faz acreditar que ainda tem Justiça no Brasil. Que este YouTuber e todos os outros cessem seus ataques desproporcionais e venham nos ajudar a cuidar dos povos indigenas.

Felipe Neto é condenado por espalhar fake news contra o Presidente da Funai

Felipe Neto, que hoje em dia reclama de que estão espalhando fake news conta ele, se esquece que ele é um dos maiores propagadores de mentira do Brasil.

Embora ele tenha sido condenado em junho em mentir sobre o Presidente da Funai, o Presidente da Câmara Rodrigo Maia, saiu tem defesa do Youtuber no dia de ontem (Veja mais) e lhe convidou para uma reunião em que pretende implantar no Brasil a ditadura da fake news, ao bel prazer do STF e demais corruptos.

Mas afinal de contas, que mentiras Felipe Neto fez contra o Presidente da Funai? Clique aqui e veja!

Deixe sua opinião

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui