MANAUS – A Polícia Militar do Amazonas (PM) prendeu na tarde de ontem (28), o casal de evangélicos, Emedir Rodrigues da Silva e Francisco de Souza ambos da igreja “Aliança Eterna” acusados de quebrar uma viatura policial e intimidar passageiros do ônibus que faz a linha Campus Salles.

Segundo a polícia, após atender o pedido de ajuda de um passageiro do ônibus, policiais da 18º Companhia Interativa Comunitária (Cicom), chegaram ao local e se surpreenderam. A polícia informou que os passageiros estavam assustados com a exaltação do casal que pregava o evangelho gritando e intimidando os passageiros.O casal resistiu à prisão, mas foi contido pelos policiais, no entanto, quando foram colocados na viatura, voltaram a ficar agressivos e quebraram os vidros do veículo com um cajado de ferro que carregavam, além de danificar as grades traseiras. O casal foi encaminhado ao 15º Distrito Integrado de Polícia (DIP), no bairro Nova Cidade, zona Norte de Manaus, onde responderão a um inquérito por dano qualificado.

Passagem pela polícia

De acordo com a PM, o casal já tem passagem pela polícia, quando foram fixados em 2007 pela morte do próprio filho. As informações do inquérito dão conta que a criança que foi registrada com o nome “Guarda os Dez Mandamentos da Silva Souza”, era mal alimentada, estava sofrendo de desidratação e morreu asfixiada no próprio vômito.

O casal responsabilizado pela morte do filho, alegou que a religião a qual pertencem, não admite a ingestão de alguns alimentos, tais como leite, segundo eles “sangue”.

Portalamazonia/padom.com

Deixe sua opinião