“Por que buscais entre os mortos ao que vive?” Lc 24:5b

Após a morte de Jesus, no primeiro dia da semana, de madrugada as mulheres que haviam seguido Jesus desde a Galiléia, foram ao túmulo levando os aromas que haviam preparado para colocarem sobre o corpo de Jesus como era costume da época e encontraram a pedra do sepulcro removida e não acharam o Seu corpo. Apareceram então, dois varões com vestes resplandecentes que lhes falaram: “Por que buscais entre os mortos ao que vive?”

Jesus havia ressuscitado, Aleluia!

Quero considerar duas coisas a esse respeito:.

Primeira – por mais que ouçamos algo, temos uma dificuldade tremenda de crer. Jesus já havia dito anteriormente que iria morrer e ao terceiro dia ressuscitaria, mas mesmo assim foram ao sepulcro para preparar o cadáver Dele para o sepultamento, como costume da época. Quando Jesus fala algo, é real, podemos crer, vai acontecer. Se Ele diz que está com você em todas as situações, creia, não duvide, tranquilize seu coração, Ele jamais irá nos desamparar.

Segunda – temos a mania de ficar voltando ao passado, mania de voltar ao “sepulcro”, não é isso que o espiritismo ensina? Será que há consolo nisso? Não há solução no cemitério, não há vida ali. O versículo acima diz isso de forma contundente; não volte atrás, Jesus sempre aponta para o futuro, por isso que em Eclesiastes 3:15 e 7:8 diz que Deus fará renovar-se o que se passou e que melhor é o fim das coisas do que o seu princípio.

Se há desafios, problemas difíceis, então a solução está em buscar a Deus hoje, pois a solução virá. Não vamos encontrar com Jesus no sepulcro, nas velharias do passado, nos rancores, na vingança e murmurações, só vamos nos encontrar com Ele no presente e alcançar o que Ele tem de melhor para nós no futuro.

Deus certamente tem o melhor para você e sua família, então creia nisso, olhe para frente, abençoe as pessoas, fale do amor de Deus para elas, convide-as para vir às reuniões da igreja, nos grupos familiares e certamente sua vida tomará uma dimensão maravilhosa de alegria e prazer.

No amor do Pai.

por: Pr. Kelson Dib (Igreja da Família Cristã)

Portal Padom

Deixe sua opinião