Brasil – Superior Tribunal de Justiça aprova adoção por homossexuais

1
76
Luciana e Lídia, juntas há 13 anos

Luciana e Lídia, juntas há 13 anos

BRASILIA, Brasil, 7 de maio de 2010 (Notícias Pró-Família) — O Superior Tribunal de Justiça do Brasil, o tribunal mais elevado da nação, aprovou a adoção de duas crianças pela parceira sexual lésbica da mulher que as havia originalmente adotado, de acordo com reportagens noticiosas locais e internacionais.Numa decisão que os próprios ministros consideram como “histórica”, o tribunal rejeitou um recurso do procurador geral do Estado do Rio Grande do Sul para remover as duas meninas da custódia do casal lésbico.
O advogado do procurador argumentou que um casal tem de estar legalmente casado ou ter comprovadamente uma união estável a fim de adotar, e disse que um relacionamento homossexual só pode ser uma união “na prática”.
No entanto, o tribunal, que está cada vez mais dominado por juristas nomeados pelo presidente brasileiro Luiz Lula da Silva, que é a favor do movimento homossexual, decidiu em favor das lésbicas, afirmando que a adoção seria no interesse das duas meninas.
A decisão foi apoiada pelo Ministério Público Federal de Lula,
Embora a decisão não exija que os estados permitam a adoção por homossexuais, é vista como um precedente que provavelmente será citado em futuros casos para apoiar a prática de entregar crianças aos casais homossexuais.
Entretanto, apesar da inovação da decisão, Luiz Felipe Brasil Santos, um dos ministros que fez a decisão, nega que o tribunal esteja legislando.
“Não estamos invadindo a esfera legislativa. Não estamos legislando”, disse ele.
Traduzido por Julio Severo

Do Padom: “Meus amados, isso é de se esperar, estamos nos últimos tempos, isso é apenas o começo, o mundo esta em um caos…. Só vai resistir na verdade, aqueles que realmente estiverem firmes em Cristo JESUS… Isso é principios de dores, dores na moral da sociedade…. mas fico feliz, porque sinto que o nosso NOIVO, está chegando.. MARANATA ORA VEM SENHOR JESUS!”

Assista ao video do Jornal Hoje



Fonte: Noticias Pro Familia/Parada Lésbica / Padom

Deixe sua opinião

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui