Bolsonaro não terminará o seu mandato, diz vidente em previsão para 2022

Vidente Lene Sensitiva, diz que previsão para o ano de 2022 é que a Jair Bolsonaro não terminará seu mandato e que Lula será o novo presidente.

Nesta sexta-feira, a vidente Lene Sensitiva, participou de uma live com os integrantes do humorístico Portas dos Fundos, Antônio Tabet e Evelyn Castro.

Durante a live, eles conversaram sobre política, já que em 2022 será um ano eleitoral no Brasil. Segundo a vidente, o atual presidente Jair Bolsonaro não terminará o seu mandato e muito menos será reeleito.

“Bolsonaro não ganha mais nenhuma política”, disse Lene. Segundo o que ela sentiu para as eleições presidenciais de 2022, Bolsonaro é um “presidente fim de carreira” e nunca mais terá sucesso no meio político. Tudo isso por conta de um grande escândalo que surgirá no próximo ano antes das campanhas eleitorais.

Embora ela não tenha especificado que tipo de escândalo seria, Bolsonaro seria obrigado a deixar o cargo através de renúncia ou até mesmo um impeachment.

 “Não vejo Bolsonaro finalizando (o mandato). Ou ele vai entregar ou vão arrancar ele de lá”, disse ela.

Lene acredita que Bolsonaro não poderá concorrer à próxima eleição, e que Lula seria novamente eleito presidente do Brasil.

Ela diz ainda que Sérgio Moro será candidato, embora em 2022 ele seja querido por muitos pela sua simpatia, quem vencerá a eleição vai ser o Lula sem sombra de dúvidas.

 “Presidente mesmo é o Lula, ele é o nosso novo presidente”, diz ela, demonstrando a sua preferência política.

Mas ela alertou ao presidente Lula, para que tenha muito  cuidado, pois tentaram contra a sua vida, para que ele não assuma a presidência.

A vidente, diz ainda que no ano de 2022, vai ocorrer muita coisa ruim no Brasil, muita violência entre as pessoas devido às divisões políticas da nação.

Mas nós do Portal Padom, repreendemos em nome de Jesus, tudo o que essa mulher disse. Deus está no controle e não o diabo.

O que você acha dessa previsão? Deixe nos comentários abaixo.

Deixe sua opinião