Um bispo irlandês encobria crimes sexuais de um dos sacerdotes de sua diocese pagando subornos para as vítimas, de acordo com o jornal The Irish Times.

Segundo o jornal, o bispo, John Kirby, que confessou ao jornal que na década de 90 pagou o equivalente a 165.000 € para duas vítimas de um padre para que os casos não chegassem aos tribunais.

No entanto, o sacerdote foi processado, segundo um relatório do Diretório Nacional para a Proteção das Crianças na Igreja Católica (NBSCCC, sigla em inglês), uma instituição de supervisão da Igreja Católica irlandesa que lida com revisão de medidas que visam proteger os menores de idade.

De acordo com o relatório, entre 1990 e 1997 houve cinco queixas contra o agressor, conforme consta no documento como ‘padre’. Ele foi encontrado culpado de pedofilia e preso.

O NBSCCC diz que ao invés de relatar o abuso sexual de crianças a polícia, o bispo escolheu simplesmente enviar o ‘padre’ para outra paróquia. Em sua defesa Kirby diz que “pensava que ao separar o sacerdote do menor solucionaria o problema “.

Esta particular visão sobre a pedofilia, “pode ser atribuído à minha ingenuidade extrema e inocência”, disse o bispo, que também pediu desculpas pela forma inadequada que reagiu às denúncias.

As denuncias mencionadas no relatório da NBSCCC estão sendo investigadas pela Unidade de Crimes Sexuais, disse nesta quinta-feira o ministro da Justiça da Irlanda, Alan Shatter.

Portal Padom

Traduzido e adaptado de Actualidad por Portal Padom

Deixe sua opinião