Bispo cancela conta no Twitter por ser um ‘obstáculo para minha vida espiritual’

Bispo católico cancela conta no Twitter, por acreditar ser um grande obstáculo para sua vida espiritual e por dar 'ocasião ao pecado'

0
238
Bispo católico de Rhode Island cancela a conta do Twitter, por acreditar em dar 'uma ocasião de pecado'

Um bispo católico de Rhode Island cancelou oficialmente sua conta no Twitter, afirmando em seu último post no popular site de mídia social que considera “uma ocasião de pecado”.

O bispo Thomas J. Tobin, chefe da Diocese de Providence, postou seu tweet final na segunda-feira antes de cancelar sua conta no Twitter.

“Um tweet final. Infelizmente, o Twitter se tornou uma grande distração para mim, em dias bons e ruins, um obstáculo para minha vida espiritual, uma ocasião de pecado para mim e para os outros”, afirmou o bispo Tobin, citado pela CRUX. “Então, adeus. Se eu ofendi alguém, eu realmente sinto muito. Se eu ajudei alguém ao longo do caminho, graças a Deus.”

A decisão de Tobin de sair do Twitter aconteceu dias depois de ele ter recebido muitas críticas sobre um tweet datado de 19 de julho, em resposta às últimas revelações sobre abuso sexual contra o cardeal Theodore McCarrick.

Recentemente, surgiram alegações de que McCarrick, chefe aposentado da Arquidiocese Católica de Washington D.C., havia abusado de um adolescente nos anos 70.

Em junho, o Vaticano informou que ele não podia mais praticar seu ministério sacerdotal devido à conclusão da Igreja de que as alegações eram confiáveis.

“Apesar das ofensas escandalosas de alguns, e apesar das falhas e pecados que todos temos, estou muito orgulhoso dos meus irmãos bispos e admiro e aplaudo a grande obra que fazem todos os dias por Cristo e Sua Igreja”, twittou Tobin.

Entre os críticos estava o blogueiro Laurence England, que, como citado por LifeSiteNews.com, considerou o tweet de Tobin sobre os bispos inadequado.

Não é um tweet apropriado, dadas as perguntas sobre [o cardeal] McCarrick e o que os bispos sabiam e o que estava encoberto. Hoje não é uma demonstração de orgulho e congratulações na hierarquia, mas sim vergonha”, afirmou a Inglaterra.

Embora a decisão de Tobin de sair do Twitter não tenha sido uma rejeição absoluta das mídias sociais, até a manhã de quarta-feira, o bispo ainda tem uma página oficial no Facebook que tem mais de 13.000 seguidores.

Além disso, o RI Catholic, o jornal oficial da Diocese de Providence, mantém sua presença no Twitter, com aproximadamente 5.200 seguidores e mais de 2.300 tweets.

Deixe sua opinião

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui