Osama bin Laden certa vez alertou a Al Qaeda para não ter como alvo Joe Biden porque acreditava que sua herança da presidência se algo acontecesse com Barack Obama “levaria os EUA a uma crise”, mostra uma carta que reapareceu.

Na carta datada de maio de 2010, o mentor do 11 de setembro da Al Qaeda escreveu que não tinha planos de assassinato contra Biden porque o considerava “totalmente despreparado” para liderar os Estados Unidos.

Em vez disso, Bin Laden exortou seus seguidores a ficarem atentos ao então presidente Obama.

Ele disse a eles que havia uma alta prioridade para visar aeronaves pertencentes a Obama e ao então diretor da CIA David Petraeus.

“Eles não devem visar as visitas do vice-presidente dos Estados Unidos, Biden. Os grupos permanecerão à procura de Obama ou Petraeus ”, escreveu Bin Laden.

“O motivo para se concentrar neles é que Obama é o chefe da infidelidade e matá-lo automaticamente fará com que Biden assuma a presidência pelo restante do mandato, como é a norma por lá.

“Biden está totalmente despreparado para esse cargo, que levará os EUA a uma crise.

“Quanto a Petraeus, ele é o homem da casa neste último ano da guerra, e matá-lo alteraria o caminho da guerra.”

A carta foi descoberta em um tesouro de documentos encontrados no esconderijo do terrorista no Paquistão depois que ele foi morto pelas forças dos EUA em uma operação em 2 de maio de 2011.

Os documentos, redigidos entre 2006 e 2011, estão disponíveis ao público por meio do Centro de Combate ao Terrorismo de West Point .

As críticas de Bin Laden a Biden ressurgiram em meio à retirada malfeita das tropas americanas do Afeganistão e à tomada do Talibã.

Leia também!  Joe Biden, dará aos transgêneros acesso a esportes, vestiários de acordo com sua identidade de gênero um dia após sua posse

Biden está atrasado na sexta-feira por pelo menos um dia dos planos para relaxar em sua casa em Delaware, já que dezenas de milhares de cidadãos americanos e afegãos permanecem presos em Cabul.

Deixe sua opinião