Noticias Gospel Brasil Bill Gates diz que “a pior parte da pandemia” está por vir

Bill Gates diz que “a pior parte da pandemia” está por vir

Bill Gates sobre Ômicron: 'Podemos estar entrando na pior parte da pandemia

Bill Gates disse que cancelou seus planos de férias porque a variante ômicron inaugura o que ele prevê que poderia ser a “pior parte da pandemia”.

De acordo com o site Protocol, ele também previu, no entanto, que o aumento atual de casos de COVID-19 poderia terminar em poucos meses, e a própria pandemia pode terminar no próximo ano “se tomarmos as medidas corretas”.

“Bem, quando parecia que a vida voltaria ao normal, poderíamos estar entrando na pior parte da pandemia”, ele tuitou na terça-feira. “A Ômicron acertará em cheio todos nós. Amigos íntimos agora o têm, e cancelei a maioria dos meus planos de férias.”

Em sua discussão, Gates disse que o surto da ômicron pode ser o pior até agora na pandemia, devido à rapidez com que se espalha. Ele incentivou as pessoas a usarem máscaras, evitarem grandes multidões em ambientes fechados e fazerem a dose de reforço COVID-19. “A Ômicron está se espalhando mais rápido.Em breve estará em todos os países do mundo.”, alertou.

Segundo a revista Insider, o empresário  afirmou que “Os próximos quatro a seis meses podem ser os piores da epidemia”, teria dito Gates durante uma entrevista com Jake Tapper, da CNN, sobre o “Estado da União”. 

A perspectiva de Gates ecoa o que os especialistas em saúde pública vêm dizendo há meses , já que essa onda de casos no inverno provavelmente será a mais mortal até agora.” 

Se seguirmos as regras em termos de uso de máscaras e não aglomerar, poderíamos evitar uma grande porcentagem dessas mortes”, acrescentou Gates. “No curto prazo, são más notícias.” Gates há muito vem soando o alarme sobre uma pandemia, inclusive em um artigo de opinião de 2017 para o Business Insider, no qual escreveu que “um patógeno de alta velocidade pode matar mais de 30 milhões de pessoas em menos de um ano”.

Casos da variante Ômicron no Brasil

Balanço divulgado nesta quarta-feira (22) pelo Ministério da Saúde indica que foram registrados 32 casos no Brasil da nova variante do coronavírus, a Ômicron.

As infecções foram registradas em São Paulo (20), em Goiás (4), em Minas Gerais (3), no Distrito Federal (2), no Rio Grande do Sul (1), no Rio de Janeiro (1) e em Santa Catarina (1).

Há ainda, segundo a pasta, 23 casos em investigação, sendo dois em Goiás e 21 no Rio Grande do Sul

Deixe sua opinião