Bebê é resgatado de tubulação de esgoto na China
Bebê é resgatado de tubulação de esgoto na China

A mãe da criança que foi resgatada no último sábado de um cano de esgoto na cidade de Jinhua, na província chinesa de Zheijang deu à luz de maneira inesperada no banheiro e a criança caiu no vaso sanitário, segundo a relatos da polícia.

O recém-nascido foi resgatado de dentro do encanamento de esgoto de um banheiro. Como retirar o recém-nascido da tubulação no local poderia ser perigoso, o bebê foi levado ainda dentro do encanamento para o hospital para ser libertado. A criança tinha cortes na face e nas extremidades do corpo. Segundo o jornal local, o bebê ainda estava unido à placenta.

Ainda de acordo com a polícia, a mãe do menino — que foi chamado de Bebê Número 59, em referência ao número da incubadora do hospital para onde foi levado– tem 22 anos, é solteira e escondeu a gravidez dos vizinhos por medo de ser vítima de preconceito.

Segundo a TV estatal, a polícia foi acionada pelos moradores do prédio, que ouviram a criança chorando dentro do encanamento. Entretanto, alguns relatos dizem que a mãe da criança telefonou para o dono do apartamento onde vive e disse que ouviu “barulhos estranhos” vindos da tubulação e que o proprietário acionou os policiais.

Há frequentes relatos na imprensa chinesa sobre bebês que são abandonados, muitas vezes logo depois de nascerem. O problema é atribuído a diversos fatores: mães muito jovens, que não percebem que estão grávidas; o nascimento de uma menina indesejada, em um país que valoriza mais os meninos; ou as rígidas regras chinesas de controle familiar.

O caso também teve grande repercussão nas redes sociais.

INDIGNAÇÃO

Vários visitantes chegaram ao hospital com suas contribuições de fraldas, roupas de bebê e leite em pó.

O caso gerou uma onda de indignação na rede social chinesa weibo, uma espécie de híbrido entre o Twitter e o Facebook.

“Os pais que fizeram isso têm corações ainda mais sujos do que aquele cano de esgoto”, afirmou um dos usuários da rede social, citado pela agência Reuters.

“Será que essas pessoas podem ser chamadas de seres humanos?”, afirmou outro usuário, citado pela agência de notícias France Presse.

A China conta com leis de planejamento familiar rígidas, com a política de um só filho por família em vigor há mais de três décadas.

Existem diversas exceções às regras, mas casais podem sofrer uma série de multas caso não estejam entre os que estão isentos de cumpri-las.

O país também já registrou diversos casos de bebês nascidos fora do casamento e de bebês do sexo feminino abandonados, devido a uma tradicional preferência por bebês do sexo masculino.

Fotos

bebe resgatado

Deixe sua opinião