JUNTE-SE AO NOSSO GRUPO no Telegram ou WhatsApp. Oferecemos o que há de mais relevante em notícias e conteúdo cristão 🤗

air-busUm Airbus da Air France que fazia uma viagem do Rio de Janeiro para Paris, na França, desapareceu dos monitores dos radares às 6h GMT (3h de Brasília) desta segunda-feira, informaram fontes aeroportuárias francesas. A aeronave sumiu perto da costa brasileira. Segundo informações da rede americana CNN, há 228 pessoas na aeronave, sendo 216 passageiros e 12 tripulantes.

Em comunicado, divulgado às 12h35 locais (7h35 de Brasília) a Air France informou que “não há mais esperanças de localizar o vôo AF 447”. Mais cedo, às 12h locais (7h de Brasília), a companhia havia confirmado não ter notícias do vôo.

“A Air France lamenta anunciar que não tem notícias do vôo AF 447 que fazia a viagem Rio-Paris e compartilha a emoção e a preocupação das famílias afetadas”, declarou um porta-voz da companhia aérea francesa.

O Airbus A330 saiu do Rio de Janeiro no domingo, às 19h (horário de Brasília), e deveria chegar ao aeroporto Roissy – Charles de Gaulle de Paris pousar às 11h10 locais (6h10 de Brasília), disse um porta-voz. Segundo as fontes, o aeroporto parisiense criou uma célula de crise durante a manhã.

A Força Aérea Brasileira (FAB) já iniciou as buscas à aeronave, ainda durante a madrugada desta segunda-feira, na região do Oceano Atlântico, a nordeste do arquipélago de Fernando de Noronha.

“A preocupação é muito grande. O avião desapareceu dos monitores de controle há várias horas. Pode ser uma falha técnica dos radares, mas este tipo de avaria é pouco comum e o avião não pousou como estava previsto”, declarou uma fonte aeroportuária francesa.

O presidente francês, Nicolas Sarkozy, emitiu nota oficial dizendo que lamenta saber do ocorrido e que o governo francês vai disponibilizar todos os esforços para ajudar nas buscas.

Autoridades informaram que a Marinha francesa deve enviar fragatas para busca a partir de uma base em Dakar, no Senegal. Ainda conforme a França, o avião poderia estar mais próximo da costa africana do que da brasileira.

No aeroporto Charles de Gaulle, os painéis ainda mostram o vôo como “em atraso”. As famílias estão sendo recebidas em uma sala especial. Há uma mensagem sendo divulgada pelos alto-falantes solicitando a todos os familiares que chegam ao local para se dirigirem a essa sala.

Terra / www.padom.com

Deixe sua opinião