Joshua Broome com sua esposa e filho
Joshua Broome com sua esposa e filho

JUNTE-SE AO NOSSO GRUPO no Telegram ou WhatsApp. Oferecemos o que há de mais relevante em notícias e conteúdo cristão 🤗

Joshua Broome queria morrer. Depois de alcançar a fama na indústria pornográfica, ele mergulhou em um poço de confusão, estava no fim de si mesmo – e acreditava que não havia um caminho viável a seguir.

Para Broome, ver além da névoa do presente parecia impossível. Depois de anos de emoções enterradas, o ex-astro de cinema adulto não conseguia mais conter sua angústia e medo.

“Na última cena que fiz, estava deitado na cama”, disse Broome recentemente ao podcast “Let’s Talk Purity”. “E eu estava pensando, ‘Eu quero morrer. Eu não tenho coragem de me matar, mas como eu faria isso… Eu só não quero viver mais. Não há futuro, não há quem vai se casar comigo, não há patrão que vai me contratar… Eu sou absolutamente inútil.’”

Mas, em vez de desistir, Broome reuniu coragem para deixar a indústria e reconstruir sua vida e agora é marido, pai e pastor, desafiando corajosamente as mentiras que disse a si mesmo em meio ao desespero.

Broome disse recentemente aos apresentadores do “Let’s Talk Purity” Richard e Brittni De La Mora sobre sua jornada dentro e fora da pornografia, explicando que ele entrou na indústria como muitos outros: por meio de um encontro casual e passos aleatórios e então se viu preso em um ciclo diabólico.

Broome começou a modelar quando era adolescente e tinha como objetivo se tornar famoso em uma cidade como Los Angeles ou Nova York. Ele foi para a Califórnia, mas foi desviado para o pornô depois que conheceu alguém que o conectou com a indústria.

No início, ele estava cético, mas por algum motivo concordou em atuar em seu primeiro filme adulto.

“É tão bizarro. Olhando para trás, para ver quem sou e como minha mãe me criou, não sei como cheguei ao ponto de dizer ‘sim’ a isso ”, disse Broome. “Todo mundo fica vulnerável em um momento. Eu estava no auge da insegurança e vi uma oportunidade e alguém falou sobre a minha fraqueza e eu pensei, ‘Claro que farei isto.’ ”

Depois que foi feito, ele pensou consigo mesmo: “O que eu acabei de fazer?” Mas, por algum motivo, Broome continuou a atuar em vários tipos de pornografia nos anos seguintes.

“Não sei para onde foram quatro anos”, disse ele.

Houve sinais ao longo da carreira de Broome que expuseram sua batalha interna sobre o que estava fazendo, já que ele costumava voltar para casa após uma sessão de fotos e um banho, descrevendo o quão “nojento” ele se sentia, mas como ele era incapaz de lavar todas essas emoções.

Broome escondeu sua dor das pessoas ao seu redor e se afastou de sua família e amigos, não mais atendendo a ligações de sua própria mãe.

“Tive de fingir, estava me machucando muito”, disse Broome. “Eu literalmente queria morrer… Estava fazendo tudo que podia para mascarar o quanto estava sofrendo. ”

À medida que sua dor progredia, sua carreira também progredia. Broome disse que trabalhava de 20 a 25 vezes por mês.

“Isso foi 20, 25 vezes que eu fui para casa e sentei no chuveiro e orei a Deus [que] eu não sabia que simplesmente pararia de respirar”, disse ele. “Nunca foi um ato íntimo. Foi uma transação comercial que eu precisava usar drogas para poder fazer. ”

Broome se perguntou por que estava tão vazio se tinha tudo o que sempre quis. Um dia, porém, um encontro casual com um caixa de banco mudou tudo.

“Entrei [no banco] e entreguei o cheque para a pessoa e eles depositaram”, lembrou. “E quando eu estava saindo … eles disseram: ‘Joshua, há algo que eu possa fazer por você? … Joshua, posso ajudá-lo? ‘”

Foi um momento que deixou Broome atordoado, pois fazia muito tempo que ninguém o chamava pelo nome verdadeiro. Sua vida inteira foi envolvida por sua carreira e sua identidade tóxica estava intrinsecamente ligada ao seu nome artístico.

“Eu fiquei arrepiado porque cheguei a um ponto onde… eu não estava interagindo com uma pessoa que estava me chamando pelo meu nome verdadeiro”, disse ele. “Eu não ouvi meu nome. Quando o caixa do banco disse meu nome, isso destruiu minha realidade e me assustou. ”

Broome disparou pela rua até seu apartamento e deu uma longa olhada no espelho.

“Eu simplesmente perdi o controle… Não vi mais aquele ator”, disse ele. “Eu vi Joshua Broome.”

Ele foi subitamente dominado pela emoção, percebendo todas as maneiras como havia abandonado sua família e entes queridos. E, naquele momento, ele decidiu deixar tudo para trás.

“Depois de chorar e chorar e chorar, peguei o telefone e liguei para todos que precisava e disse: ‘Estou fora’”, disse ele. “Em poucos dias, eu tinha ido embora.”

Nos dois anos seguintes, Broome tentou reconstruir uma vida para si mesmo. Ele começou a trabalhar em uma academia e inicialmente mentiu para todos que conhecia sobre seu passado. Por fim, ele conheceu uma garota na academia que lhe fez duas perguntas: “Você sabe quem é Deus?” E “Você tem um relacionamento com Ele?”.

Broome começou a frequentar a igreja com ela, os dois mais tarde ficaram noivos e se casaram. Agora, eles são pais amorosos e Broome – que antes queria morrer – está totalmente vivo, pregando e compartilhando a fé que ajudou a transformar sua vida.

Jesus morreu por mim”, disse ele. “Ele veio para me dar vida.”

Ouça ou seu testemunho:

Deixe sua opinião

JUNTE-SE AO NOSSO GRUPO no Telegram ou WhatsApp. Oferecemos o que há de mais relevante em notícias e conteúdo cristão 🤗