Por mais de quatro horas, três homens armados com revólveres mantiveram uma família refém em uma casa invadida na Cohab Jaime Campos, em Várzea Grande. Os criminosos trancaram as vítimas num quarto e vasculharam a casa em busca de pertences. Além de roubar vários produtos eletroeletrônicos, jóias e dinheiro, levaram também três veículos – um caminhão Mercedes Benz, uma motocicleta e um Siena, sendo o último abandonado no bairro Costa Verde.O assalto ocorreu no sábado à noite, após o proprietário da casa voltar de um culto evangélico em companhia da esposa. Ao chegar ao portão para abri-lo, o casal foi rendido pelos ladrões que entraram na casa e apontaram armas para a família da vítima. “Os ladrões estavam encapuzados e colocaram capuz na gente também”, disse o proprietário da casa.
Em seguida, pegaram R$ 1.800 em dinheiro, além de celulares, aparelhos de som e outros pertences. Os bandidos roubaram também o caminhão Mercedes 709, placas KAJ 0704, a motocicleta Honda, placas NJD 2863, que ainda não foram recuperados.
A vítima relatou aos policiais da Delegacia de Repressão a Roubos e Furtos de Veículos (DERRFVA) que os bandidos ficaram das 21 horas até por volta da uma e meia da madrugada. “Após uma hora fazendo a gente refém, saíram com o caminhão. Cerca de duas horas depois levaram os demais veículos”.
De acordo com as vítimas, havia um quarto integrante do bando que ficou do lado de fora e falava o tempo todo ao celular. O bandido dava suporte aos ladrões que entraram na casa.
No domingo de manhã, policiais militares apreenderam o Siena, abandonado no bairro Costa Verde. Uma das suspeitas é de que os ladrões tenham se escondido por lá. O Siena teria sido usado para levar os objetos pequenos enquanto os demais ladrões teriam levado a moto e o caminhão para a Bolívia. (AR)

diáriocuiabá/padom

Deixe sua opinião