Ultimamente tem crescido o número de pessoas que, de repente, aparentemente do nada, começam a sentir o coração disparado, a respiração ofegante, a boca seca e as mãos trêmulas. Alguns chegam a perder o sono enquanto outros apresentam problemas digestivos.

 Todos os sintomas são reais e, muitas vezes, são ocasionados por uma enfermidade psicológica chamada Ansiedade!

 Isso porque temos sempre a necessidade de controlar todas as coisas, todos os acontecimentos e quando perdemos o controle nos sentimos inseguros afinal de contas como lidar com coisas que não compreendemos e que não podemos, simplesmente deixar de lado como acontece com a crise atual da saúde?

 Quando lemos que “A oração de um justo é poderosa e eficaz” (Tg 5.16) aprendemos que nossa oração pode realizar muitas coisas! Justo, significa aquele que um dia já entregou a sua vida ao Senhor Jesus e aceitou o Seu sacrifício vicário, tendo assim perdoados todos os seus pecados. Quando somos justificados somos também aceitos na família de Deus (Jo 1.12 e Rm 8.17) e nos tornamos herdeiros de Suas promessas.

 Promessa de Deus é coisa séria, afinal, Ele não mente (Tt 1.2)!

Mas, voltando então para o “poder da oração” que Tiago mencionou, porque então às vezes, parece que nós não conseguimos vivenciar na prática do dia a dia esse poder e a Sua paz? Em outras palavras, como posso sentir segurança, paz e alegria em meio a um tempo de máscaras, distanciamento social, limitação de trabalho, de cultos, lazer e convívio social restritos?

O primeiro passo para se conseguir viver com certa dose de tranquilidade nos dias atuais é ser justificado pelo sangue de Jesus, portanto, para aqueles que ainda não resolveram entregar as suas vidas ao senhorio de Cristo este é o primeiro e principal passo, afinal de contas, o texto não nos diz que é o dinheiro, poder ou influência que comandam nossas vidas, mas a oração de um justo.

Uma vez  justificados, passamos a orar, ou seja, passamos a conversar com Deus, com intimidade, humildade, submissão e em santidade. 

 Aqui, não existe segredo, orar é simplesmente conversar! 

 Bom, nos dias atuais conversar com alguém passou a ser algo muito difícil, quer porque estamos impedidos de fazer reuniões e encontros, quer porque de tanto utilizar as mídias sociais as pessoas “esqueceram” como se faz para se comunicar naturalmente, passamos a trocar o porquê por “pq”, a beleza por ”blz” ou até mesmo por um simples sinal de polegar. O amém virou duas mãos juntas, a tristeza um avatar e por aí vai…

Ainda bem que Senhor conhecendo todas as coisas, inclusive nossas limitações, prometeu que nos daria o Espírito Santo que iria nos auxiliar em nossas orações (Rm 8.26) e petições. 

Até aqui tudo bem, mas e quanto a Ansiedade?

Bom, se entendemos que a oração de um justo produz grandes resultados, cabe a nós, então, orar e acreditar que Deus irá cuidar de nossas necessidades e de nossos medos. O apóstolo Pedro, certa feita quando viu que os irmãos estavam sendo assolados pelas situações adversas da vida disse: “lançando sobre ele toda a vossa ansiedade, porque ele tem cuidado de vós” (1Pe 5.7-ARA).

 Lançar sobre Jesus nossas ansiedades é jogar, atirar sobre Ele todos os medos e inseguranças que nos roubam a paz do coração.

Interessante notar que o texto não fala para colocar nossas ansiedades em Cristo como se elas fossem algo frágil que devesse ser tratado com todo cuidado e carinho.  Pedro disse para lançar, atirar, ato que requer coragem, força e determinação. 

 Note também que Pedro não está falando em lançar nossas ansiedades sobre previsões, projeções, políticos ou provimentos, mas sobre Jesus!

Aqui está a grande dificuldade da maioria das pessoas, pois como acreditar em algo ou Alguém que não vemos enquanto a televisão e a internet nos mostram constantemente notícias e informações ruins.

Bom, realmente isso não é fácil, mas se parar para pensar irá ver que nós também não enxergamos o oxigênio e nem por isso temos medo de respirar! Na verdade, somos movidos ou pelo que vemos ou pelo que acreditamos.

 Retornando ao versículo de 1Pe 5.7, perceba que quando lançamos fora alguma coisa ela sai de nossas mãos e vai para outro lugar, portanto, ao lançar nossas ansiedades estamos passando nossos problemas, dificuldades, medos e dores nas mãos de Jesus!

Todo peso, medo e insegurança agora mudaram de mãos!

Você não precisa mais se sentir sobrecarregado, afinal de contas se o principal e mais importante você já fez, ou seja, já se tornou filho de Deus e assim confiou a sua eternidade ao Senhor, o mais simples agora é deixar nas mãos Dele também toda sua ansiedade!

 Se na teoria esse processo é fácil, na prática ele requer esforço, dedicação, treino e determinação.

Assim como não conseguimos nos livrar, de uma hora para outra, desse problema de saúde que assola o mundo, também não conseguiremos nos livrar, através de um estalar de dedos, de nossa ansiedade. Aqui, existem dois pontos que precisam ser analisados. O primeiro diz respeito ao tempo e o segundo a ação.

 Os cientistas precisam de tempo para estudar, pesquisar e chegar a resultados satisfatórios em relação a uma vacina eficaz. Você e eu também precisamos de um tempo de meditação, santificação e oração diários para que possamos chegar cada dia mais perto da vontade de Deus para nós.

Depois de conseguirem uma vacina eficaz, todos os governos precisarão de um prazo para colocar em prática aquilo que conseguiram alcançar na teoria. Aqui, em relação ao controle de nossa ansiedade, o procedimento é o mesmo. Precisamos de muito esforço diário para lançar nas mãos de Jesus toda nossa ansiedade. Às vezes poderão faltar forças ou fé. Outras, o que pode faltar é determinação. 

 Por fim, a única coisa que não poderá faltar é a lembrança de que Deus é amor (1Jo 4.8).

Não se preocupe, assim como será necessário um tempo para que todos sejam vacinados, também será necessário o transcurso de um período até que você e eu tenhamos aprendido a lançar nossos problemas, desilusões, medos e ansiedades sobre Jesus.

Comece a exercitar esse versículo e essa promessa em sua vida e, quando menos esperar, verá que ao lançar a sua ansiedade sobre Jesus, algo excepcional ocorrerá. Ele te deixará a Sua Paz! (Jo 14.27)

A oração de um justo tem grande poder e produz grandes resultados.

por: Pr. Fernando Marques Sá (Instagram)

Deixe sua opinião