Noticias gospel A chanceler alemã Angela Merkel, disse que “os cristãos europeus devem ser corajosos, que conheçam bem sua fé, que tenham sólidos princípios bíblicos e que frequentem a igreja ocasionalmente”.

Ela fez estas declarações durante uma entrevista na Universidade de Berna na Suíça, quando lhe perguntarão, se existia perigo de uma islamização da Europa, após a chegada de milhares de refugiados sírios.

Merkel respondeu que população não deve temer, nem mostrar atos de hostilidade contra os refugiados, em clara alusão a algumas relações “defensivas” que tem sido vista em seu país. “As culturas que estão marcadas pelo medo não vão conquistar o seu futuro. O medo não é um bom conselheiro“, disse, segundo publicou Evangelical Focus.

“Tragicamente, o terrorismo islâmico na Síria é uma realidade inegável, mas também é uma realidade que tem a ver com a gente, porque muitos desses jovens que lutam cresceu em nossos países”, disse ele.

 

 

Merkel disse que a Europa deve resolver a crise dos refugiados com “equidade e a solidariedade” e que a Alemanha está disposta a assumir mais requerentes de asilo do que seus parceiros, dado o seu tamanho e economia robusta.

A chanceler alemã, também falou sobre a identidade cristã que ajudou a forjar os valores europeus. “Eu tenho que ser muito honesta. Todos temos a oportunidade e a liberdade de ter nossa religião, para praticá-la e acreditar nela. Eu quero ver mais pessoas que têm a coragem de dizer ‘Eu sou um crente cristão.’ E mais pessoas que têm a coragem de dialogar “, disse ele.

Merkel aconselhou aqueles que estão longe de sua fé, dizendo que devem voltar a frequentar a à igreja ocasionalmente e desenvolver princípio bíblico.

Portal Padom

Deixe sua opinião

WhatsApp
Entre e receba as notícias e artigos do dia