speedyA Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) deverá suspender a partir desta segunda-feira a comercialização de novas assinaturas do serviço de banda larga Speedy[bb], da Telefonica.

Segundo uma fonte da agência, a medida cautelar é uma punição pelas recentes interrupções no serviço apresentadas pela companhia.A decisão foi tomada na quarta-feira pelos conselheiros da Anatel. De acordo com a fonte, a venda das assinaturas poderá ser retomada assim que a Telefonica demonstrar que tomou as medidas necessárias para regularizar o serviço.

Caso descumpra a determinação, acrescenta a fonte, a empresa terá de pagar multa de R$ 15 milhões, mais R$ 1.000 para cada assinatura vendida.

Panes – Em abril, o serviço de banda larga Speedy sofreu pane por pelo menos seis dias seguidos.

A princípio, a empresa havia negado haver quaisquer problemas. Entretanto, dias depois, a Telefonica confirmou o problema.

Após a ocorrência, a empresa informou que concederia o equivalente a 12 horas de desconto aos clientes Speedy. Em maio, no entanto, novas falhas foram detectadas.

dgabc/padom.com

Deixe sua opinião

Leia também!  Projeto de lei prevê possibilidade de divórcio pela internet