JUNTE-SE AO NOSSO GRUPO no Telegram ou WhatsApp. Oferecemos o que há de mais relevante em notícias e conteúdo cristão 🤗

meninas-egito-casadas-Mais de 38 mil meninas são vendidas em casamento a cada dia no mundo. Uma entre cada sete nascidas em países em desenvolvimento estão casadas aos 15 anos. No Egito a situação das menores se agrava ainda mais porque o “casamento infantil é temporário“.

O turismo sexual no Egito chega ao seu apogeu no verão, quando homens ricos de países do Golfo, “inundam” o país e milhares de meninas menores de idade são vendidas por seus pais para contrair ‘casamentos temporários’ segundo um estudo egípcio publicado pela agencia de noticias Inter Press Service.

A forma de ‘casamento’, oferece a venda de crianças para fins sexuais em certo grau de ‘aceitabilidade religiosa’, evitando as regras islâmicas contra o sexo antes do casamento que prevalece no Egito. “É uma forma de prostituição ilegal disfarçada de casamento“, denúncia Azza El-Ashmawy, diretor da Unidade de Luta contra o trafico de crianças do Conselho Nacional para Juventude e Maternidade (NCCM, sigla em inglês).

Com as uniões temporárias, o turismo sexual com meninas egípcias reúne o pior do casamento infantil e prostituição de menores. “Algumas meninas foram casadas 60 vezes antes de completar 18 anos“, revela El-Ashmawy. “A maioria dos ‘casamentos’ duram apenas alguns dias ou semanas“, acrescenta.

Principais consumidores do turismo sexual infantil

Segundo a NCCM, estima-se que a grande maioria dos compradores do sexo com meninas, vem de países do Golfo, com 81% da Arábia Saudita, 10% dos Emirados Árabes Unidos e 4% do Kuwait.

Segundo o estudo, geralmente o casamento termina, quando acaba a visita de uma temporada turística e seu preço oscila entre 2.800 a 10.000 dólares. Os casamentos de um dia podem custar apenas 115 dólares.

A economia do Egito está em queda livre e mesmo antes da derrubada do presidente Hosni Mubarak no inicio de 2011, ouve um notável aumento do desemprego e uma redução dos serviços públicos. As famílias rurais, impulsionadas pela renda  substancial aceitam os ‘dotes’ oferecido pelos usuários do turismo sexual procedentes do Golfo, pressionando as suas filhas entrarem no comercio sexual desde a sua tenra puberdade. –  rt

Portal Padom

Deixe sua opinião

JUNTE-SE AO NOSSO GRUPO no Telegram ou WhatsApp. Oferecemos o que há de mais relevante em notícias e conteúdo cristão 🤗