Noticias gospel – Um movimento que surgiu na internet e ganha adeptos a cada dia, eles começam a planejar a luta para que pessoas homossexuais consigam ter direito a Cotas em todas as áreas da sociedade.

11226550_1510739199249663_903913494962366914_nEm uma página oficial na rede social, de nome Feminismo sem Demagogia”, os articuladores e fundadores do movimento que dizem lutarem contra o machismo, agora estão levantando a bandeira de sistema de cotas para pessoas que se declaram, gays, lésbicas ou transexual.

Em seus posts publicados recentemente na página, eles alegam que classes oprimidas como os negros já obtiveram vitória na luta e conseguiram o sistemas de cotas, e agora eles conclamam os gays para entrarem na luta pelo mesmo objetivo.

A bandeira divide opiniões, muitas pessoas tem declarado no perfil da página que são totalmente contra a bandeira de cotas, muitos deles inclusive gays que alegam que isso não representa de fato a luta do movimento dos homossexuais.

Outros tem apoiado o movimento alegando que a classe dos gays sofrem descriminação e o movimento pelo implante de cotas seria justo e que isso diminuiria o preconceito formado na sociedade.

A questão tem gerado debates intensos nas redes sociais que ultimamente páginas de tais movimentos tem sido atacada, movimentos dos héteros tem derrubado páginas feministas e movimentos feministas tem derrubado páginas que tratam do orgulho hétero.

A discussão se intensificou após o ENEM (Exame Nacional de Ensino Médio) ter abordado assuntos de questões feministas em suas provas.

Resta nos saber qual à proporção que essa disputa de “ideologias” vai nos levar.

Leia também!  Tribunal de Justiça Fez Coisa "Certa" ao Colocar o Casamento entre Homossexuais em Espera

Deixem suas opiniões.

 

André Santos

Portal Padom

 

Deixe sua opinião