áfrica-do-sul-aniversário-nelson-mandela

áfrica-do-sul-aniversário-nelson-mandelaA África do Sul celebrou na quinta-feira, o aniversário de Nelson Mandela com atos de caridade e orações, enquanto a saúde do ex-presidente melhora após o tratamento e depois do susto de que ele estava à beira da morte.

“Continua respondendo positivamente ao tratamento e estamos animados com a melhora que ele tem mostrado”, disse o presidente Jacob Zuma após visitar Mandela.  Um comunicado do gabinete de Zuma diz que Mandela continuamente melhorando.

Como sul-africanos, nos sentimos orgulhosos de chama-lo de ‘nosso ícone internacional’ e desejamos boa saúde“, disse Zuma no comunicado. “Agradecemos os sul-africanos pelo apoio a Mandela, durante sua hospitalização com ‘amor eterno e compaixão’ ao responder ao chamado para dar a esta querida figura este ano a maior celebração de aniversário que já teve”.

Constantes orações

Os sul-africanos continuam orando pelo ex-presidente Nelson Mandela. Na igreja Regina Mundi, em Soweto, o padre Sebastian Rossouw, disse que o veterano segue sendo um exemplo de amor e reconciliação, não apena para o cristianismo, mas para o mundo inteiro.

“Bem, Madiba (como é carinhosamente chamado), é um grande exemplo para todos, não apenas para a África do Sul, mas para todo o mundo. Um exemplo de serviço cristão, um exemplo de reconciliação cristã, um exemplo de perdão cristão e esta é a razão pela qual ele esta em cada coração humano. Vejamos Madiba como um exemplo de amor e reconciliação, paz e de perdão“, disse Rossouw.

O presidente sul-africano Jacob Zuma, pediu a nação para orar pelo homem que ele descreve como o ‘pai da democracia’.

A família de Mandela agradeceu a África do Sul, pelas suas orações e pediu para que mantenha ‘o pai da nação’ em seus pensamentos.

Recuperação e aniversario

O líder antiapartheid foi levado para um hospital de Pretoria, no dia 08 de junho para cuidar-se de uma infecção pulmonar. Em anúncios anteriores o governo disse que Mandela estava em condição critica, mas estável. Segundo documentos que a família apresentou no inicio deste mês a uma corte, Mandela estava perto da morte e que estava mantido vivo por aparelhos médicos.

Mandela teve uma ‘extraordinária melhora’, disse na quinta-feira uma de suas filhas, Zindzi, após tensas semanas em que alguns sul-africanos discutiam a possibilidade de que Mandela estava prestes para morrer.

“Estamos ansiosos para tê-lo de volta para casa em breve”, disse Zindzi Mandela, de acordo com a Associated Press África do Sul.

Ndileka Mandela, neta de Mandela, serviu sopa para as crianças pobres em um evento beneficente e disse que sua família tinha duvidas sobre se seu avô poderia chegar a festejar o seu aniversário.

“Mas por ser lutador que ele é, foi capaz de combater um sistema repressivo, e foi capaz, através de Deus e das orações de todos, chegar a este dia“, disse.

Na quinta-feira, comemorou o aniversario de 15 anos de casamento de Mandela com Graça Machel, a ex-primeira ministra do Moçambique, que passou boa parte do tempo ao lado de seu esposo durante a sua doença.

As escolas em todo o país prestaram homenagem ao ex-presidente sul-africano pelos seus 95anos, enquanto muitos grupos exortavam as pessoas a realizar voluntariamente atividades de caridade durante 67 minutos pelos 67 anos que Mandela serviu a sua comunidade.

Em outras partes do país, trabalhadores sociais, comandantes das forças militares e empregados de empresas privadas plantaram arvores, limparam salas e doaram alimentos, cobertores e outros itens essenciais em áreas carentes. Os médicos realizaram gratuitamente exames oftalmológicos, vacinas e outros tratamentos médicos.

Portal Padom 

Deixe sua opinião