‘Aflitivo’, diz pastor que ajudou vítimas de terremoto no Nepal

Noticias Gospel – Após passar uma semana no Nepal por causa do terremoto que devastou do país asiático, o pastor capixaba Mário Freitas falou sobre a experiência de participar da ONG Missão em Apoio à Igreja Sofredora (MAIS), que ajuda vítimas da tragédias em diversos países. “Foi aflitivo’, declarou.

O Nepal sofreu com um tremor de magnitude 7,8 no dia 25 de abril. No dia seguinte, outro terremoto, desta vez de 6,7, voltou a acontecer no local. Várias edificações foram destruídas, pessoas ficaram desaparecidas e matou mais de 8 mil pessoas.

noticias-gospel-pastor-nepalMário contou que chegou ao país quatro dias após o terremoto. “Pude participar um pouco daquele que a gente chama de primeiro combate pós catástrofe, com uma equipe de médicos socorristas, com distribuição de alimentos algumas toneladas de alimentos doados”, contou o religioso.

O pastor, que atua em Vila Velha, relatou parte das cenas de destruição provocadas pelos tremores. “A gente viu uma remoção de corpos ainda, o cheiro muito forte da cidade de Katmandu”, contou.

Mário explicou, ainda, que ficou responsável por fazer um diagnóstico da equipes que seguiriam para o Nepal depois dele, para a realização de trabalhos de médio e longo prazo, principalmente voltado para a reconstituição agrícola.

“A economia do país é muito focada na agricultura doméstica, familiar, de subsistência. O pessoal planta para comer, principalmente no interior, e isso aí foi tudo devastado pela catástrofe”, disse.

Ele ainda falou que mesmo após o tremor maior, que registrou 7,8 pontos de magnitude, ainda é possível sentir outras pequenas movimentações de terra. Na última terça-feira (12), um novo tremor de magnitude 7,3 atingiu o país.

“Eu cheguei a pegar lá na réplica de 5,1, réplicas altas. A gente aprende a ouvir cachorro latindo, aprende a prestar atenção até na arrevoada de pássaros, porque eles acabam sinalizando que o terremoto está chegando”, concluiu.

G1

Deixe sua opinião