record edir macedoAs afiliadas da TV Record, temem que os bispos aumentem a programação da Igreja Universal na programação, fazendo com que a publicidade caia.

Segundo o colunista Ricardo Feltrin, da coluna F5 da UOL, o clima na sede da TV Record na Barra Funda, está em polvorosa, devido às mudanças realizadas nesta semana, após a substituição da vice-presidência do bispo Honorilton Gonçalves pelo bispo Marcelo Silva, fazendo com que suas afiliadas no país estejam também amedrontadas.

As afiliadas temem que a nova diretoria da emissora as obrigue a aumentar a programação da Igreja Universal do Reino de Deus, na grade da emissora durante o horário comercial, fazendo com que venha diminuir ainda mais as publicidades.

Hoje, a maioria das afiliadas a TV Record, cumpre a ‘gentileza’ de exibir toda a programação da Igreja Universal nas madrugadas, embora que parte dos contratos não as obrigue a reexibir a programação evangélica, no entanto elas reexibem para manter um ‘naco’ de empatia junto à cúpula da igreja.

Feltrin, diz ainda que o clima continua tenso nos corredores da emissora, pois muitos acreditam que a mudança na cúpula da Record, venha querer realizar mais cortes de gastos, ou seja, depois da tv e dos estúdios Recnov, os próximo alvos poderiam ser as inúmeras rádios do sistema Record, além do site.

Portal Padom

Deixe sua opinião