Adventistas levam até colchão para 10h de prova do Enem

0
124

Cerca de 150 estudantes da Igreja Adventista do 7º Dia vão permanecer dentro dos locais de provas por mais de 10 horas neste sábado para realizar o Enem 2009 (Exame Nacional do Ensino Médio). Alguns levaram até colchões para agüentar a extensa jornada.Este é caso da estudante Mariana Medina de Almeida, 21 anos, que levou travesseiro e colchão. Sonhando com o ingresso no curso de Medicina, ela participa do 4º Enem. Tranqüila para o certame, a jovem espera ter a oportunidade de dormir dentro da sala.
Os adventistas foram obrigados a entrar às 12h nos locais, mas só vão fazer a prova após às 18h. Aí, eles terão mais quatro horas e meia para concluir a avaliação. Segundo o pastor Samuel Carvalho, 26, houve um acordo com o Ministério da Educação, porque os fiéis não podem trabalhar entre às 18h de sexta-feira até o por do sol de sábado.

Lanche reforçado – Evangélico, o professor de informática Ricardo Machado de Oliveira, 31, foi preparado para esperar bastante. Ele contou que tem dois livros religiosos e fará orações para passar o tempo, enquanto os demais estudantes fazem a prova.
Para agüentar a extensa jornada, Oliveira levou seis frutas (duas maçãs, duas peras e dois pêssegos), dois biscoitos e uma garrafa de água. “Confio em Deus e me preparei para fazer a prova”, contou.
Assim como Mariana, o colega Gustavo Nunes Filiu, 18, levou colchonete e lanche reforçado para agüentar as 10 horas necessárias para fazer a primeira prova. Os demais candidatos terão quatro horas e 30 minutos para fazer a prova hoje. Amanhã, todos terão cinco horas e meia para concluir o segundo dia de exames.

Campo Grande News/ Padom

Cerca de 150 estudantes da Igreja Adventista do 7º Dia vão permanecer dentro dos locais de provas por mais de 10 horas neste sábado para realizar o Enem 2009 (Exame Nacional do Ensino Médio). Alguns levaram até colchões para agüentar a extensa jornada.

Deixe sua opinião

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui