Imagem Ilustrativa

JUNTE-SE AO NOSSO GRUPO no Telegram ou WhatsApp. Oferecemos o que há de mais relevante em notícias e conteúdo cristão 🤗

A possessão não é o aspecto “mais comum” ou “perigoso” do reino demoníaco, mas a tentação é, de acordo com um exorcista ordenado e treinado pela Igreja Católica.

Quando muitos consideram possessão demoníaca, imagens vêm à mente de filmes como “O Exorcista” e outros exemplos da cultura popular. No entanto, a maneira como o diabo trabalha é através da tentação de cometer o mal, disse o padre François Dermine, um padre que é exorcista há mais de 25 anos, em recente entrevista à Catholic News Agency .

“A manifestação demoníaca mais comum é a tentação, que é muito mais significativa que a possessão”, disse Dermine.

“Não devemos subestimar o significado da tentação. Não é tão espetacular quanto a possessão, mas é muito mais perigoso [para a alma] ”, acrescentou.

O padre dominicano alertou contra o pensamento de que toda doença física está enraizada na opressão demoníaca, já que a maioria dos casos pode ser atribuída a causas naturais.

“Quando uma pessoa vem e pede uma bênção para um problema específico, a primeira coisa que um exorcista deve perguntar é: você viu o médico?”, disse o padre.

Dermine é um canadense francês e atualmente serve na arquidiocese italiana de Ancona-Osimo. Ele acredita que é um erro confundir fenômenos sobrenaturais como atividade demoníaca com carismas sobrenaturais, que vêm de Deus.

“É uma diferença muito importante”, disse ele. “Temos uma natureza humana e não podemos saber as coisas sem aprender através dos nossos sentidos.”

“Deus nos criou para operar de uma certa maneira. Se você tem percepções extra-sensoriais, e coisas assim, e elas não são destinadas a ajudar ou provocar um resultado espiritual, então elas não podem vir de Deus.”

O ministério da libertação de espíritos demoníacos não é listado especificamente como uma das graças espirituais no Novo Testamento, da mesma maneira que os dons de cura, discernimento de espíritos, línguas e a interpretação dessas línguas são, em passagens como 1 Coríntios 12. e 14.

O ministério terrestre de Jesus consistiu em expulsar espíritos imundos em várias ocasiões e às vezes seus discípulos também o faziam. No evangelho de Marcos 9, Jesus ministrou a um garoto que seria tomado por um espírito demoníaco e jogado no chão. Quando os discípulos não puderam expulsar o espírito, Ele lhes disse: “Esse tipo só pode sair pela oração”.

Em Atos 5, está registrado que os apóstolos curaram muitos que estavam doentes e atormentados por demônios.

Alguns evangélicos enfatizam a importância de distinguir entre possessão e opressão, argumentando que é impossível que um crente sincero em Jesus Cristo seja possuído por um espírito demoníaco, porque posse implica propriedade.

“Embora os crentes se envolvam em guerra espiritual e sejam oprimidos, eles não podem ser possuídos pelas forças demoníacas”,  observa a posição sobre guerra espiritual para a denominação das Assembléias de Deus.

“Deve-se tomar muito cuidado para não confundir doenças emocionais e mentais com atividade demoníaca. Embora a atividade demoníaca possa imitar o comportamento exibido na doença mental, afirmar que eles são os mesmos pode trazer danos aos indivíduos, impedindo-os de receber atendimento médico. O sábio conselho de médicos, conselheiros e psicólogos piedosos pode ser útil para discernir a condição real. O poderoso e onisciente Espírito Santo fornece discernimento e sabedoria àqueles que ministram aos seres humanos que enfrentam esse grave desafio”, diz ele.

No início deste ano, a Igreja Católica Romana abriu seus cursos de exorcismo para todas as principais denominações cristãs, em meio à crescente demanda por ministros da libertação.

“Expulsar o diabo remonta às primeiras origens da Igreja Cristã”, disse o padre Pedro Barrajon, um dos organizadores da 14ª edição do “Curso sobre Exorcismo e Oração de Libertação”, em entrevista ao The Telegraph em maio.

“O rito católico é muito estruturado, enquanto algumas das outras igrejas são mais criativas, elas não usam um formato preciso”.

Deixe sua opinião

JUNTE-SE AO NOSSO GRUPO no Telegram ou WhatsApp. Oferecemos o que há de mais relevante em notícias e conteúdo cristão 🤗