Textos Edificantes Família A poesia do homem que ouve a Deus

A poesia do homem que ouve a Deus

Quanto o Senhor o aguarda
Para o dia do grande encontro!
Como o noivo a sua amada
Assim espera o Criador

O Senhor anseia o dia
Em que abraçará o seu,
O servo, que com alegria
Diz: “O meu amado é meu
E eu sou Dele!
E Ele é aquele
Que me comprou!”
Quanto o Senhor o amou!

Caminhando junto vai
Pela estreita estrada
O servo e o Pai
E como o servo O agrada!
O Pai está nele, eternamente
e ele se regozija
Quando o Senhor o cativa
Criativamente

Este é o homem de Deus
De uma profunda amizade
Ouve o coração do Pai
dizendo que o ama
por toda eternidade
E sente o olhar desse Deus
Invisível, mas penetrante
Dizendo mais que palavras
em seu sorriso irradiante:
“Como é bom te fazer feliz!”
“Tu és o Pai e o amigo
mais chegado
que eu sempre quis!”

O Homem de Deus
Como Deus o ama!
Quanto Ele demonstra
No sangue que derrama
a nova e eterna aliança

Fonte: poesias

Deixe sua opinião