A nova fraqueza do super-homem é o poder da oração

Edição da história em quadrinho do Superman, mostra que o Homem de Aço perde as forças quando habitantes de um planeta entram em oração.

320

Aviso: Este artigo contém SPOILERS for Superman # 41

Superman é forte, mas DC acaba de revelar que o poder da oração é sua fraqueza secreta. A reviravolta vem de uma história excepcionalmente carregada de idéias religiosas e questões difíceis colocadas tanto para o Homem de Aço quanto para o leitor. Quando Superman tem a chance de salvar um planeta do destino de Krypton, ele se depara com um obstáculo inimaginável: os habitantes alienígenas não querem ser salvos.

A premissa do Superman # 40 é suficiente para mudar o jogo para o Kal-El sozinho: o que o Super-Homem faz quando inocentes não querem ser salvos? Mas à medida que suas próprias crenças e valores começam a se infiltrar, a fé e a religião da população do planeta começam a reagir. E quando um planeta está unido em oração contra o Superman … seus poderes falham como nunca antes.

A história inventada pelo escritor James Robinson e pelo artista Ed Benes pode parecer polêmica sem conhecer o contexto completo. Afinal, este não é um monoteísta, judaico-cristão ou outro ‘deus’ terrestre que está sendo rezado. É a divindade aparentemente dominante do planeta Galymayne, conhecido como ‘Dhermet’. Um deus que é adorado devotadamente por, aparentemente, todos os seres do planeta.

E cuja vontade, afirmam seus líderes religiosos, é que o planeta seja destruído junto com tudo e todos nele.

Os paralelos com o fim de Krypton são muito numerosos para contar, como é claramente o ponto da parábola de Robinson. Na verdade, esta aventura ainda acontece no aniversário da destruição de Krypton. É por isso que Superman teve seu filho Jonathan com ele quando seu alarme por qualquer ameaça planetária tipo Krypton foi desataivado. E é por isso que ele permite que Jonathan o acompanhe a Galymayne, supondo que seja uma chance de impedir a aniquilação de outra civilização cósmica.

Uma vez tocando o mundo aquático povoado por uma mistura alienígena de golfinhos humanóides, a verdade é difícil para o Super-Homem entender. Ele é um bom homem, Supes … mas a ideia dos líderes planetários simplesmente deixarem sua raça ser eliminada está fora de seu entendimento. E em uma ocorrência rara, a própria crença do Homem de Aço se arrasta para a ignorância.

Quando ele se recusa a aceitar a palavra do líder religioso como final, insistindo que ele não deve falar por todos … o zelador chefe não tem escolha. Eles vão retirar os seus poderes de forma que ele irá perecer junto com eles … pela vontade de Dhermet.

Há muito tempo foi aceito o cânone da DC de que o Super-Homem tem uma vulnerabilidade à magia. Como a maioria dos fãs de quadrinhos sabe, a fraqueza do Super-Homem na magia tem sido uma trama comum – e o que o tornou suscetível a vilões de Black Adam a Mxyzptlk (e por que uma suposta participação de Superman em Shazam poderia ser inesquecível). Os cidadãos do planeta Galymayne não têm magia ou criptonita. Mas eles têm fé.

E acredite ou não, essa fé é suficiente para enfraquecer os poderes do Super-homem. A atualização momentânea da mitologia do Super-Homem certamente irá atordoar alguns fãs, já que os quadrinhos não dão sinais de misticismo inerente, forças sobrenaturais latentes ou qualquer outra explicação. Como os seres de Galymayne falam o nome de seu deus, sua fé coletiva tem o mesmo efeito sobre o Superman como interferência mágica.

No final desta história “Planet Suicide” contada no Superman # 41, a confusão em torno da destruição iminente do planeta parece abafar o efeito. Mas, assim que os poderes do Super-Homem voltam ao máximo, o líder dos zelotes explica que ele foi influenciado pela honra do Super-homem. Seu planeta e seu povo não serão salvos … mas a tentativa do Super-Homem de salvá-los é, de alguma forma, mais uma prova da vontade de Dhermet.

Deixe sua opinião