igreja-vazia
Igreja vazia nos Estados Unidos, embora tenha liberado o culto presencial muitos pastores preferem não ter o culto.

JUNTE-SE AO NOSSO GRUPO no Telegram ou WhatsApp. Oferecemos o que há de mais relevante em notícias e conteúdo cristão 🤗

Uma nova pesquisa diz que a maioria das igrejas não retornou aos cultos presenciais, e muitas estão incertas sobre o futuro das reuniões de culto.

A pesquisa é do Instituto Send, Exponencial e da Associação de Igrejas Relacionadas do Wheaton Billy Graham Center. Foram registradas 767 respostas para o estudo.

Em uma descoberta importante, a pesquisa mostrou que a maioria das igrejas tem o potencial de se reunir para serviços presenciais, mas 67% não o fizeram.

Alguns líderes da igreja explicam que, embora eles possam se reunir de alguma forma, a saúde e a segurança de sua congregação e comunidade superam sua capacidade e desejo de se reunir“, disse o estudo. “Outros compartilharam que as restrições ao canto congregacional, a hesitação dos voluntários do ministério e a incapacidade de permanecer antes e depois dos cultos para conversas reduzem bastante o valor de suas reuniões pessoais.

Cerca de 33% dos pastores relataram que suas igrejas retornaram aos cultos presenciais, mas apenas metade da congregação está presente.

Como era de se esperar, 80% das igrejas grandes, aquelas que tinham uma participação maior que 1.000 antes das quarentenas em todo o país, relataram que não estavam se reunindo.

Em outra descoberta importante, metade das igrejas provavelmente retornará aos cultos presenciais este mês, mas cerca de um terço disse que não tem certeza.

A pesquisa aponta que um pastor disse que “não faz sentido para a liderança da igreja realizar cultos apenas para uma pequena porcentagem de sua congregação, enquanto arrisca a chance de aumentar o número de casos de coronavírus em sua comunidade. O plano deles é continuar mês a mês e continuar a melhorar seu envolvimento virtual, possivelmente com algumas reuniões em pequenos grupos.

O relatório concluiu que “os líderes da igreja em todo o país estão planejando cautelosamente seu retorno às reuniões de adoração pessoalmente neste verão. No entanto, o retorno aos cultos presenciais não é tão simples quanto ligar um interruptor de luz. Muitas medidas de precaução estão sendo adotadas para garantir saúde e segurança para os membros da igreja e para a comunidade em geral.”

Em outras descobertas, a pesquisa disse que os pastores sentiram que:

Os membros da igreja estão divididos quanto à possibilidade de retornar aos cultos presenciais.
Muitos vêem a liderança estadual e local como uma influência significativa sobre quando retornar às reuniões pessoais.

Deixe sua opinião