A Bíblia não diz que os gafanhotos que João Batista comia eram uma espécie de vegetalQuando se lê, no relato a respeito de João Batista, que ele comia gafanhotos, muitos sentem uma revolução no estômago, imaginando que o profeta estaria comendo algo imundo.

Já li em alguns comentários e já ouvi alguns professores de Bíblia afirmando que aqueles gafanhotos eram uma espécie de vegetal.

A Bíblia, porém, deixa claro que João Batista comia mesmo eram os insetos que conhecemos pelo nome de gafanhoto, o que é uma boa tradução para a palavra grega “akridià’. Confira:

“E este João tinha o seu vestido de pelos de camelo e um cinto de couro em torno de seus lombos. e alimentava-se de gafanhotos e de mel silvestre.” (Mateus 3:4).

Voltando, porém, no tempo, ao lermos o livro de Levítico, vamos descobrir que João estava comendo uma das mais finas iguarias do seu tempo, a qual era plenamente permitida até pela Lei do Senhor. Leiamos Levítico 11 :20-22:

“Todo inseto que voa, que anda sobre quatro pés, será para vós uma abominação. Mas isto comereis de todo inseto que voa, que anda sobre quatro pés: O que tiver pernas sobre seus pés para saltar com elas sobre a terra. Deles comereis estes: O GAFANHOTO segundo a sua espécie, e o hargol segundo a sua espécie, e o hagabe segundo a sua espécie”.
Segundo esta definição comer gafanhotos e até GRILOS E SALTÓES constituía-se uma dieta saudável e correta.

Extraído do livro: O que a Bíblia não Diz

Portal Padom

Deixe sua opinião

WhatsApp
Entre e receba as notícias e artigos do dia