NIÑAS ESPOSAS_LGA Índia é a capital mundial do casamento infantil. A ONU diz que mais de 40% dos casamentos envolvendo crianças ocorrem nesse país, embora a prática seja ilegal.

Rajasthan é o epicentro do casamento infantil na Índia. Mais da metade das meninas nascidas neste estado se casam antes dos 15 anos.

A vida dessas meninas é muito triste“, diz Prem Dhabi, Universidade de Rajasthan.

Quando elas se casam, a sua vida se torna um grande desafio do ponto de vista físico, mental, emocional e educacional”, disse Dabi.

A maioria dos pobres na Índia vive com menos de um dólar por dia. Casar uma filha significa uma boca a menos para alimentar.

As meninas são vistas como uma responsabilidade e um fardo. A família da garota é responsável pelo pagamento do dote, e quanto mais você esperar para se casar, mas tem que pagar no futuro “, diz Dinesh Shur, pastor da Igreja Nova Vida.

Casamentos escondido

Abril e maio são meses populares para casamentos em Rajasthan. As pessoas celebram milhares de cerimônias, sendo sua maioria entre menores.

“A cada ano, você vê imagens de pais que carregam suas filhas, (às vezes 4 ou 5 anos) no colo enquanto elas se casam“, disse Dabi.

A Índia introduziu leis contra o casamento infantil, em 1929, estabeleceu então a idade legal para o casamento aos 12. Em 1978, aumentou para 18.

Para contornar a lei, as famílias realizam casamentos em segredo, geralmente à noite.

Para os forasteiros raramente é  permitidos a assistir a estas cerimônias, muito menos filmá-los. O pai de Rajma Patel, abriu uma exceção permitindo a CBN News filmar seu filho, mas apenas uma noite antes de seu casamento.

“Amanhã eu vou ser um homem”, diz Patel. Seus pais insistem que ele tem 21 anos de idade. Mas seus amigos disseram-nos fora da câmera que ele só tem 10 anos. Seu rosto jovem está coberto com maquiagem tradicional, usa um terno especial com luzes coloridas.

“Quero que os jovens sigam meu exemplo”, diz o jovem noivo.

“Sob a influência de álcool, essas danças são cheias de sexualidade e frequentemente vê-se crianças. Torna-se um lugar para encontrar pretendentes “, diz o pastor Dinesh Shur.

Nossa equipe não está autorizada a filmar a noiva de Patel, mas dizem que ela não tem mais de que oito ou nove anos.

Prem Dhabi diz que “os pais sempre mentem sobre a idade das crianças. As famílias sabem que o que fazem é errado, mas por razões culturais e econômicas, devem casar seus filhos em uma idade precoce“.

A CBN News é permitido desta vez filmar o casamento de Veena Shur. A sua é diferente, é dia, algo muito raro.

“Temos preparado este casamento há quase um ano”, diz Kehra, o pai da noiva.

Veena tenta olhar como se estivesse feliz, entrando pelo corredor da casa. “Eu convidei todas as pessoas desta feliz ocasião”, diz seu pai feliz.

Mas ela não esta feliz. Ao escovar os cabelos e colocar as joias, soluça descontroladamente. A família tenta consolá-la. Nós tentamos perguntar por que ela está chorando… Mas ela não quer falar.

Ela não tem ideia do que significa ser uma esposa, cuidar da família, mas como ela foi forçada a fazê, tem que lidar com isso. Acho que está um pouco assustada“, diz Jeetha Shur, tia de Veena.

Neste caso a família de Veena insiste que ela tem 18 anos, mas aparentemente tem apenas 7 ou 8. “Eu também me casei quando era muito jovem. Ela vai se acostumar“, diz sua tia.

A Índia é um dos muitos países onde o casamento infantil está aumentando. A cada ano, 10 milhões de meninas se casam antes dos 18 anos. A prática é mais comum na África, Oriente Médio e Sul da Ásia.

A menina se casa e passa a viver com a família do esposo. Não é permitido ir à escola para educar-se. Assim que atinge a puberdade espera-se que tenha filhos“, explica Dabi.

Consequências físicas

E as consequências são devastadoras. As pesquisas mostram que as meninas casadas são mais propensas a morrer durante a gravidez ou o parto. Podem perder seu filho após o nascimento, ser infectadas pelo HIV, dar a luz três ou mais vezes, e ate mesmo sofrer abortos múltiplos.

O noivo de Veena chega em um ônibus com sua família. Usando uma coroa especial com luzes brilhantes, se une a uma procissão pela aldeia e vai a cada da noiva.

Seu rosto está coberto com uma máscara multicolorida usado até depois da cerimônia. Também parece jovem. Mas sua família insiste que ele está acima da idade legal para se casar.

“Eu estou pronto para ser um marido”, diz darji Damor, noivo Veena.

Veena está pronta para fazer a sua aparição. Mas, em vez de andar para o pátio onde os convidados aguardam a sua chegada, deve ser carregada por seu pai.

Fraca e exausta, é superada pelas emoções, chorando durante as duas horas da cerimônia. “É angustiante ver. São crianças, crianças pequenas, se casando“, lamenta o pastor Dinesh Shur. –

Portal Padom

Traduzido e Adaptado de CBN News por Portal Padom

Deixe sua opinião