Aos 107 anos missionária continua compartilhando a mensagem do Evangelho: “Quando Deus chama alguém, é melhor escutar”

Allie Candler, uma missionária aposentada de 107 anos, dirigiu recentemente a equipe do Conselho de Missão da América do Norte (NAMB) por telefone para falar de seu amor duradouro e paixão pelas missões.

0
336

Allie Candler, uma missionária batista do sul aposentada, de 107 anos de idade, recentemente se dirigiu ao pessoal da Junta de Missões do Norte (NAMB), por telefone para lhes falar de seu amor e paixão por missões.

De acordo com o relatório da Baptist Press, Candler serviu como missionária da casa Batista do Sul em Virginia, Estados Unidos. Embora ela se aposentou oficialmente em 1974, ela continuou a servir o povo de Appalachia, mesmo após sua aposentadoria. Ela também trabalhou com a Junta de Missões Exteriores agora denominado (Conselho de Missão Internacional) em Kobe, Japão.

Hoje, 85 anos depois, esse chamado permanece forte em seu coração. Mesmo em sua comunidade de jubilados (aposentados) em Laurens, S.C., Candler de 107 anos de idade, mantém a sua vigorosa defesa pelas missões da América do Norte. Uma apoiante regular da Oferta de Páscoa, de Annie Armstrong para missões norte-americanas (AAEO), ela acredita que a causa das missões do Batista do Sul é tão crítica hoje como sempre.

‘Deus me chamou’, disse Candler. “Quando Deus chama alguém, é melhor você ouvir

O compromisso da Candler para com as missões americanas que datam de suas raízes familiares. Ela cresceu em uma família cristã. Dois de seus irmãos se tornaram pregadores batistas, e sua irmã mais nova casou com um ministro.

Eu tive uma mãe e um pai que deram isso“, disse Candler. “Nós crescemos assim“.

Missionária de 102 anos conta o Segredo Para Alcançar a Longevidade.

A receita de Candler para honrar a Deus e alcançar tal longevidade não tem segredos: falar sobre o amor de Jesus às pessoas.

“Eu testemunhei em todas as chances que eu tive“, disse Candler. “Eu acho que você cresce com isso também, você amadurece como um cristão quando você faz isso. As pessoas vinham até mim antes que elas chegassem a um pregador. Então eu tentava falar com elas, orar com elas e ajudá-las de todas as formas que eu podia”.

Portal Padom

Deixe sua opinião