O amor de Deus – “Como eu te amo? Deixe-me contar as maneiras … ”Esta linha do poema de Elizabeth Barrett Browning provavelmente foi citada mais do que qualquer outra declaração de amor. Exceto, talvez, João 3:16: “Porque Deus amou  o mundo de tal maneira.”

Milhares de anos antes de Browning escrever sua declaração de amor, Deus estava escrevendo a dele. Está escrito no céu, no mar e na terra. Abrange a eternidade passada, presente e futura. E vai viver para sempre.

Se você já questionou o ilimitado amor de Deus, aqui estão 10 coisas que provam isso.

1. Paciência, é características do amor de Deus

Vivi 18 anos independentemente de Deus. Eu era (assim pensei), o mestre de meu próprio destino e o capitão de minha própria alma. Se você me perguntasse, eu diria que sou um cristão, mas nada na minha vida apoiava essa afirmação.

Eu acreditava que Deus existia, orava a Ele quando estava com problemas e levava uma vida razoavelmente moral, mas nunca me arrependi de meus pecados e pedi Seu perdão.

Meus pecados mereciam a ira de Deus, mas Ele não me destruiu. Neemias 9:17 dá esta descrição de Deus: “Tu és um Deus pronto a perdoar, gracioso e misericordioso, lento para a ira e abundante em amor constante.”

Deus não me deixou em meu pecado, mas me cortejou para Si mesmo. Por meio do testemunho de outras pessoas, da pregação de Sua Palavra e da voz mansa e delicada do Espírito Santo em meu coração, Ele me ajudou a me ver como eu realmente era – um pecador sem esperança que precisava de um Salvador. Ele me deu a fé de que eu precisava para me arrepender de meu pecado e clamar a Ele por salvação.

2. A vontade de Deus de perdoar

“Memorize isso”, disse meu sábio mentor, depois que entreguei minha vida a Cristo. Primeira João 1:9 diz: “Se confessarmos os nossos pecados, Ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça”.

Logo descobri o que meu mentor já sabia, que embora Deus tivesse me livrado do castigo por meu pecado quando coloquei minha fé em Cristo, continuaria a lutar contra minha natureza pecaminosa. Meu pecado não me impedia mais de ter um relacionamento com Deus, mas interferia em minha comunhão com ele.

Eu precisava aplicar a verdade de 1 João 1:9 em minha vida todos os dias para restaurar essa comunhão. Mas é incrível que Ele seja fiel para perdoar, todas as vezes!

3. Presença sem fim de Deus

Minha mãe me deixou na porta da minha sala de aula do jardim de infância. Meu pai me deixou na minha primeira reunião de Brownies. Meu melhor amigo me deixou quando um valentão nos ameaçou no parquinho, e meu namorado me deixou quando ele mudou de escola na primeira série. Amigos, família, colegas de trabalho e até pastores me deixaram.

Mas Deus nunca me deixou.

Quando chorei porque estávamos nos mudando a 1.600 quilômetros de distância, Deus estava lá. Quando meu primeiro amor parou de retornar minhas ligações, Deus estava lá. Quando eu lutei para terminar a faculdade, Deus estava lá. Quando sofri o sofrimento devido a desafios conjugais, filhos rebeldes e uma dor avassaladora, Deus estava lá.

“Nunca te deixarei, nem te desampararei”, Deus prometeu em Hebreus 13: 5 , e Ele cumpriu esta promessa.

4. O Espírito Santo

Muitas vezes invejei os discípulos – os doze homens que se sentaram aos pés de Jesus, caminharam ao Seu lado e testemunharam Seus milagres. Como foi ouvir Jesus ensinar? Ou conversar com Ele quando eles estavam com medo ou confusos? Que alegria deve ter sido ter acesso ilimitado a Deus na carne.

No entanto, temos um presente ainda maior – outra prova do amor ilimitado de Deus. Quando Cristo ascendeu ao céu, Ele não nos deixou órfãos, sozinhos para nos defendermos por nós mesmos no mundo.

“E eu rogarei ao Pai”, disse Jesus aos seus discípulos, “e Ele vos dará outro Ajudador, para que fique convosco para sempre – o Espírito da verdade, que o mundo não pode receber, porque não o vê nem o conhece ; mas vocês O conhecem, porque Ele habita em vocês e estará em vocês ”( João 14:16-17 ).

Deus com  nós tornou-se Deus em  nós para aqueles que acreditam.

5. Disciplina de Deus

Quando ouço a palavra disciplina, minha mente imediatamente vai para colheres de pau, interruptores e privilégios perdidos. Ou a versão adulta – multas de trânsito, multas, salários extraídos e sentenças de prisão.

Nunca identifiquei disciplina com amor até ler Hebreus 12:5-6 : “Meu filho, não despreze a disciplina do Senhor, e não desanime quando ele te repreende, porque o Senhor disciplina a quem ele ama e castiga todos que ele aceita como filho. ”

Desde que me tornei cristão, aprendi que Deus permite que consequências naturais e divinas me ensinem a viver bem. Como meu pai humano, Ele me ama demais para permitir que eu continue em meu pecado. Às vezes, ele me disciplina por meio de ensino, treinamento e instrução.

Vê a palavra discípulo escondido na palavra disciplina? Outras vezes, ele usará meios corretivos para me colocar de volta nos trilhos.

6. Terra

Antes de Deus criar os céus e a terra, Ele vivia na perfeita comunhão da Divindade. Nada lhe faltou, nem ansiava por companheirismo, relacionamento ou afeto. Então, para mostrar Sua glória e demonstrar Seu amor, Ele criou um mundo lindo e nos colocou nele.

Ordena aos ricos do mundo presente que não sejam arrogantes nem esperem nas riquezas, que são tão incertas, mas que ponham a esperança em Deus, que ricamente nos dá tudo para nosso desfrute ”, 1 Timóteo 6: 17 diz.

Pense um momento sobre tudo de maravilhoso que você experimentou neste mundo: pôr do sol brilhante, brisa fresca, cachorrinhos esvoaçantes e sundaes de sorvete. Risos com amigos, a xícara de café perfeita e o cheiro de folhas no outono.

Deus encheu o mundo com infinitas delícias – criado pensando em você – porque Ele o ama.

7. céu

Depois de ponderar sobre nosso mundo maravilhoso, embora danificado pelo pecado, vamos imaginar algo muito melhor. Um lugar sem pecado, sem tristeza, sem dor e sem morte. Com tudo que é triste e ruim removido, Deus retirou todas as suas paradas criativas.

“Então o anjo mostrou-me o rio da água da vida, brilhante como o cristal, que flui do trono de Deus e do Cordeiro. . . Não haverá mais nada amaldiçoado, mas o trono de Deus e do Cordeiro estará nele, e seus servos o adorarão. Eles verão seu rosto, e seu nome estará em suas testas. E a noite não existirá mais. Eles não precisarão de luz de lâmpada ou sol, pois o Senhor Deus será sua luz e eles reinarão para todo o sempre ”(Apocalipse 22:1-9).

O céu é uma prova positiva do amor ilimitado de Deus por nós.

8. A Bíblia

Quando Deus chamou Moisés ao topo do Monte. Sinai em 1.300 aC, Ele o inspirou a escrever os primeiros cinco livros da Bíblia. Deus queria revelar Seu amor pela humanidade, explicar Seu plano de salvação e nos ensinar sobre Si mesmo. Nos 1.500 anos seguintes, Ele orientou 35 homens diferentes para escrever a Bíblia que temos hoje.

A descoberta dos rolos do mar Morto em 1947 confirmou que ainda temos o mesmo Velho Testamento que eles tinham nos dias de Jesus. A sobrevivência de milhares de manuscritos do Novo Testamento confirma que Deus também preservou o Novo Testamento.

Isso não é surpreendente, porque Jesus Cristo profetizou sobre a preservação de Sua Palavra em Marcos 13:31: “O céu e a terra passarão, mas as Minhas palavras de modo algum passarão.”

Deus preservou Sua Palavra por milhares de anos para que incontáveis ??gerações pudessem ler Sua carta de amor ao mundo.

9. Oração

Quando minha filha primogênita se mudou para o Japão, meu coração ficou muito triste. A criança que eu tinha dado à luz, alimentado, vestido, amamentado, educado e orado por mim agora vivia a 6.976 milhas de distância. Dois continentes e um oceano muito grande estavam entre nós.

Graças à tecnologia, nos comunicamos todos os dias. Não importa o que aconteça, nós conversamos, porque nos amávamos.

Deus também ama Seus filhos e providenciou uma maneira de cobrir uma lacuna de comunicação muito maior do que dois continentes e um oceano – o canal de oração glorioso, humilde, misterioso e que move montanhas .

Quando oro, compartilho minha alegria, medos, preocupações e necessidades. Eu falo com Deus e Ele, através do Espírito Santo e da Palavra, fala comigo. A linha está sempre aberta e a acústica estelar.

“Então você me invocará e virá orar a mim, e eu te ouvirei” ( Jeremias 29:12 ).

10. A morte de Cristo

Muitos homens sábios caminharam pela terra. Professores eruditos, sábios filosóficos e líderes morais atraíram seguidores. Mas apenas Cristo, o Deus-homem, veio do céu à terra e se ofereceu como sacrifício na cruz pelos pecados da humanidade.

Ele não esperou que endireitássemos nossa vida. Ele não exigiu que provássemos nosso valor. Ele simplesmente demonstrou seu amor por nós ao morrer numa cruel cruz romana.

Romanos 5: 6-7 diz tudo: “Pois no tempo certo, enquanto éramos ainda impotentes, Cristo morreu pelos ímpios. Muito raramente alguém morrerá por um homem justo, embora por um homem bom alguém possa ousar morrer. Mas Deus prova Seu amor por nós nisto: Enquanto ainda éramos pecadores, Cristo morreu por nós .

Sua morte – por você e por mim – prova Seu amor ilimitado.

por: Lori Hatcher

traduzido e adaptado por: Pb. Thiago D. F. de Lima

Deixe sua opinião


Mais conhecimento da Bíblia em menos tempo?
Não sei se você é uma dessas pessoas que tem dificuldades de entender a Bíblia. Eu já fui e sofri muito! Mas não me dei por vencido, não me deixei ser derrotado pelos inimigos. E você, como anda sua leitura da Bíblia? Seu entendimento? Que tal melhorar nessa área da sua vida espiritual, aprendendo a entender assuntos da Bíblia de forma simples e rápida, ajudado por quem já superou as mesmas dificuldades que você enfrenta? Clique aqui agora e pegue seu Manual de estudos exclusivo